Indignou-se…

Por em 17 de agosto de 2012

Caros amigos, causou-me estranheza saber que nossa presidente tenha se dito indignada pela utilização das algemas nos servidores, ou melhor pilantras que foram pilhados pela Polícia Federal envolvidos em maracutaias, negociatas e sacanagens cometidas no “Sinistério do Turismo”, ou ainda pelo fato de não ter sido informada das prisões que seriam efetuadas…

É importante ressaltar que por norma aeroviária, sempre que um preso estiver sendo transportado por avião, para segurança dos demais passageiros e do vôo propriamente dito, os referidos presos deverão estar algemados, para evitar que cometam atos que possam colocar em risco a aeronave, sua tripulação e aos demais passageiros, e ponto, sejam amigos, companheiros ou lá quem seja…

Em contrapartida, eu como cidadão brasileiro, contribuinte para os recursos públicos, com impostos que não concordo, porém pago honesta e religiosamente em dia sob pena de ação penal, por parte do estado, credito-me o direito de ficar mais que indignado, ficar efetivamente “fulo de raiva”, com todos estes casos de corrupção, que felizmente a imprensa não encabrestada, traz ao conhecimento público, e no máximo o que verificamos são as declarações de investigações profundas, tão profundas que nunca chegam aos resultados, e se chegam nunca são divulgadas ou tomadas às devidas providências judiciais…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva”, em saber que dentro dos “Sinistérios” negociados com os partidos da base “aliciada” são cometidas todas estas negociatas, possibilitando o enriquecimento ilícito da grande maioria dos políticos envolvidos, e o máximo que acontece com as cabeças dos crimes do “colarinho branco”, se é que crime tem cor de colarinho, são os mesmos simplesmente afastados de seus tronos e ficam livres, leves e soltos…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva” em razão de que estes senhores, melhor identificados como sugadores das tetas ressecadas da nação brasileira, cometem todo o tipo de calhordice com os recursos públicos, e estão empoleirados nos tronos a sugarem deste o governo do antecessor da atual presidenta, e ninguém vem à público para demonstrar quem foi o pai destas nomeações indevidas, que fica posando de bom moço, quando sabemos que esta situação é que representa a tão decantada “Herança maldita”…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva” ao perceber que alguns inocentes úteis estão cumprimentando a atual presidente pela “faxina???” que a mesma está executando, calma lá pessoal, a atual ocupante do Planalto conviveu com toda esta situação no governo anterior, fazia parte do círculo fechado em volta do “Imperador Mula I”, e vem posando de vítima da desonestidade dos companheiros e dos componentes da “base aliciada”…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva” ao saber que em razão da redução dos gastos públicos a Senhora presidente, rejeita o artigo da lei sobre os reajustes da aposentadoria dos trabalhadores da iniciativa privada, que durante anos contribuíram sobre o teto da aposentadoria e que agora não serão reajustados nos moldes dos demais aposentados que recebem o salário mínimo, enquanto que para o funcionalismo público que recebe os proventos como se estivesse na ativa, tudo bem, aí a redução dos gastos públicos não se aplica…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva” ao perceber que para atender às necessidades da saúde pública, para a melhoria da educação básica e para garantir a segurança das famílias brasileiras não existem recursos disponíveis, porem para alimentar a “farra da Copa do mundo de 2014”, para alimentar os “elefantes brancos” em que se transformarão os estádios de futebol, para estes a redução dos gastos públicos não funcionam…

Sinto-me indignado e “fulo de raiva” ao saber que até agora a imprensa deste país só conseguiu denunciar os malfeitos em três Sinistérios (Transportes, Agricultura e Turismo), e que existem ainda trinta e cinco (35) que não foram denunciados ainda, vamos ver até onde vai a “faxina tão prometida”, ou será, que será somente uma varridinha de sujeira para debaixo do tapete…

Acooorda Brasiiil, e que nossa imprensa não se sinta ameaçada com os cortes de verbas publicitárias do estado e das empresas públicas em razão das denúncias veiculadas, e que continue a denunciar todos os fatos que envergonham a todos nós brasileiros de bem…

Acooorda Brasiiil, e que nossa presidente não se sinta indignada com as aparências das “algemas a vista”, mas que se indigne verdadeiramente com as falcatruas cometidas com os recursos públicos, pois estes pertencem à nação e não aos partidos de plantão no governo…

E por falar em indignar-se e ficar “fulo de raiva”, como estão as pendências: dos 40 mensaleiros do PT denunciados pelo STF, dos mensaleiros do DEM em Brasília, da ex-sinistra da Casa Civil que negociava influências, do ex-sinistro da Casa Civil multiplicador de patrimônio durante a campanha eleitoral, do ex-sinistro dos Transportes, do atual sinistro da Agricultura, do atual sinistro do Turismo, e considerando o volume de sinistros envolvidos entendam a razão porque não os chamo de “Ministros”, em realidade “tudo é muito sinistro”…

Obs: Por gentileza não procurem tradução para o termo “fulo de raiva”, visto que pretendo continuar parecendo educado…

Prof. Carlos Justino da Silveira

Graduado em Pedagogia, Mestre em Administração de Empresas e Controladoria, atua na área de ensino, e atualmente em Consultoria e treinamento de pessoal, sendo Professor de Administração e Gestão Manufatureira e de Serviços do Centro Universitário de Santo André – UNIÁ.