Brasil mostra a cara, eles mostraram…

Por em 5 de fevereiro de 2013

Caros amigos, culpado foi o Cazuza, grande poeta que pediu para o país mostrar a sua cara, e o Congresso nacional ao eleger os seus “presidentes” deu uma demonstração inequívoca de que nossas “casas de leis” servem para acomodar o que de pior existe na pátria amada em se tratando de moral e ética…

Pobre Cazuza em seu final de vida apresentou um protesto profundo e sério ao pedir que o “Brasil mostrasse a sua cara”, lamentavelmente eles conseguiram mostrar que de nada vale a “legislação da Ficha Limpa” se somos governados e representados por elementos com ficha mais suja que pau de galinheiro…

A situação de nosso país no tocante a moral e ética de nossos políticos desculpem a generalização, mas só se exclui uma pequenina parcela que tem como representantes homens do jaez de Pedro Simon, Paulo Paim e alguns poucos outros, porém a grande maioria é tudo “farelo de uma mesma gamela”…

Vejam que a situação é tão crítica que o deputado recém eleito com a maior votação pelo PR-SP, o famoso palhaço Tiririca, analfabeto convicto, numa demonstração de seus princípios, declarou “que não consegue fazer nada na Câmara, pois eles não deixam e após o fim do meu mandato (2015) me afastarei da política e pedirei meu desligamento do partido”…

Numa demonstração de que a Capital Federal se transformou numa “Zona Total”, pois não existe virgem na política, eis que o presidente do Senado está sendo processado no STF, enquanto que o presidente da Câmara está às voltas com acusações de utilização de verbas para a empresa de seu assessor devendo o “bode galeguinho” ser seu novo assessor de segurança…

O PMDB mais parece o “Partido do Movimento Derruba o Brasil” e o pior é que com o total apoio do governo federal e da “Base Aliciada” estão plantando no Congresso Nacional dois “postes sujos pela corrupção dos costumes e da ética”…

O recém eleito Renan Calheiros não sabe até quando se mantém, pois o STF está em seu encalço, se arvorou do direito de deitar falação sobre “Ética”,

disse ele “que a ética é um meio, e não um fim em si mesmo”, desculpe, mas o senhor abordar este assunto é no mínimo estranho, senão surrealista, visto que, ética não se verbaliza, mas devemos tê-la norteando nossos pensamentos, atitudes e ações, aí está a grande distância entre o ideal e a prática…

Em contra partida o recém eleito presidente da Câmara, de forma despudorada e para fazer média com seus apoiadores do PT e da base aliciada, declara que irá propor o desrespeito à decisão do STF de cassação dos deputados condenados no julgamento da Ação Penal 470 (Mensalão), é importante lembrar ao dono do bode “galeguinho” que decisão judicial “não se discute, se cumpre”e ponto final. 

O duro é que o “Brasil está mostrando a sua cara” e que todos nós temos culpa neste cartório, pois nós os elegemos em desrespeito total a “legislação da ficha limpa”, mais parecendo que estão nos mostrando outro “C” do Brasil…

Preparem-se, pois com as cabeças que norteiam o nosso Congresso Nacional, sem dúvida alguma, estaremos vendo as nossas casas de leis transformadas definitivamente em “Cartórios homologadores das Medidas Provisórias da Gerentona” e que se dane o Brasil sua cara e seus problemas, e a nós restará à maior carga tributária, para pagar os polpudos salários, verbas de representação, carros, combustíveis, moradia, aposentadoria e assistência médica diferenciadas, pois eles são cidadãos de “Classe Especial”…

Acooorda Brasiiil, pois a corja mandante está se aparelhando, com seus capachos nas presidências das nossas casas de lei, com objetivos mais escusos do que podemos imaginar, em breve voltarão à carga contra liberdade de imprensa e outras sacanagens até agora contidas…

Prof. Carlos Justino da Silveira

Graduado em Pedagogia, Mestre em Administração de Empresas e Controladoria, atua na área de ensino, e atualmente em Consultoria e treinamento de pessoal, sendo Professor de Administração e Gestão Manufatureira e de Serviços do Centro Universitário de Santo André – UNIÁ.