Itupeva passa a ser classificada como de médio porte

Por em 12 de setembro de 2013
Parque da Cidade de Itupeva

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou recentemente a estimativa populacional das cidades em 2013 e Itupeva que, segundo o Censo 2010, tinha 44.859 habitantes, aparece com 51.082, elevando o município ao status de “cidade-média-pequena”, classificação dada aos municípios com população entre 50 e 100 mil habitantes.

O prefeito Ricardo Bocalon disse que o crescimento já era esperado e que a Administração já planeja os trabalhos com base nesses números.

“Em 10 anos (de 2000 a 2010), Itupeva teve o maior crescimento populacional da região, com mais de 70%, bem acima dos outros municípios, então já era esperado que ultrapassássemos a marca de 50 mil. Nossa cidade teve um grande crescimento na área industrial e econômica, o que atraiu muita gente pra cá. Infelizmente, a área social não foi tratada com a mesma atenção e não acompanhou. Nosso objetivo é continuar investindo no crescimento econômico, mas igualar o crescimento social, dar melhor condição e qualidade de vida para os itupevenses. O PADI, programa de ações e desenvolvimento de Itupeva, vem para cuidar deste crescimento e planejar o futuro de nossa cidade, serão mais de 315 milhões de investimento em todas as áreas.”, explicou.

De acordo com a estimativa do IBGE, o crescimento populacional de Itupeva foi de 13,87%, o maior entre as cidades que compõem o Aglomerado Urbano Jundiaí – AUJ, tendo Louveira como o segundo maior crescimento, com 12,32%; e Jundiaí, com 6,42% como a que teve o menos crescimento percentual da população.

“Ultrapassar a marca de 50 mil habitantes, oficialmente, nos abre opções que podemos pleitear para a cidade e que não eram possíveis estando abaixo de 50 mil”, aponta o prefeito. “No entanto, desde o começo do ano já trabalhamos para que isso não fosse uma barreira para conquistarmos melhorias para a cidade e estamos mudando muitos paradigmas, principalmente graças ao AUJ”, completou Bocalon que, eleito por unanimidade, é presidente do AUJ.