Cristo fica às escuras em alerta a câncer infantil

Por em 23 de setembro de 2013
Jornal de Itupeva

O Cristo Redentor, monumento símbolo da cidade do Rio de Janeiro, ficará às escuras às 20h de hoje (18), por um minuto, para marcar o Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma. A iniciativa é da Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca) e tem como objetivo chamar a atenção para o retinoblastoma, tumor ocular bastante comum em crianças, e que pode ser curado com o diagnóstico precoce.

De acordo com a entidade, são registrados no Brasil, a cada ano, cerca de 400 novas ocorrências da doença, sendo que 40% delas são de origem hereditária. As estimativas apontam que 50% dos casos são identificados tardiamente, o que reduz a probabilidade de cura.

“Se o pediatra notar um brilho anormal ou uma mancha branca na pupila, é necessário encaminhar o paciente ao oftalmologista, que terá condições de fazer o diagnóstico preciso”, explica o médico Sidnei Epelman, oncologista pediátrico e presidente da Tucca. Ele defende que nas consultas regulares do pediatra seja feito o chamado teste do olhinho ou do reflexo vermelho, com o aparelho conhecido como oftalmoscópio.

O especialista alerta que, quando o tumor é identificado em estágio avançado, o tratamento requer a retirada dos olhos, sem contar o risco de morte da criança. Para o tratamento do retinoblastoma são empregados recursos terapêuticos como a quimioterapia intra-arterial.

A Tucca é uma organização não governamental, com 15 anos de atividade, que atende a crianças e adolescentes carentes com câncer, além de atuar na pesquisa, diagnóstico precoce e capacitação de profissionais. A ação para alertar sobre o retinoblastoma ocorrerá também, no mesmo horário – 20h – em dois locais da capital paulista, os relógios do Conjunto Nacional e da Sala São Paulo.