Brasil é o melhor país para se visitar em 2014

Por em 31 de outubro de 2013
Jornal de Itupeva

Em seu ranking anual com sugestões dos melhores destinos, chamado Best in Travel 2014, o guia colocou o País à frente da Antártida (que, apesar de não ser um país, foi incluído na lista), em segundo lugar, da Escócia, em terceiro, da Suécia e do Malauí, respectivamente em quarto e quinto lugares.

O guia destaca, entre outras coisas, a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, como motivos que tornam o Brasil mais atraente para os turistas no ano que vem. O gerente de comunicações do Lonely Planet, Adam Bennett, descreveu alguns dos elementos que deram a vitória ao País.

— Como se a infinita costa banhada de sol, as montanhas coloridas com os tons verdes da floresta tropical, algumas das mais lindas vilas coloniais do mundo e a vida selvagem já não se somassem a sua fatia injusta de paraíso, o Brasil ainda conseguiu garantir dois dos mais cobiçados eventos esportivos do mundo, começando com a Copa do Mundo da Fifa em 2014 e seguindo, dois anos depois, com a Olimpíada de 2016. Acrescente uma economia que conseguiu sair da recessão e pronto! O Brasil é a bola da vez.
Bennett comentou ainda a evolução na segurança no Rio de Janeiro.

— O Rio de Janeiro tem feito imensos avanços no combate ao crime e agora oferece aos visitantes uma palpável sensação de segurança nas suas famosas praias de Copacabana, Ipanema e Leblon; outras cidades que serão sedes da Copa como São Paulo, Belo Horizonte, Recife e Manaus seguem o mesmo caminho.

Além dos eventos esportivos, o Lonely Planet destaca como bons motivos para visitar o Brasil algumas viagens que já são conhecidas dos brasileiros, como “caminhadas pelas grandes dunas varridas pelo vento e salpicadas de lagoas nos Lençóis Maranhenses, explorar igrejas coloniais douradas em cidades congeladas no tempo como Ouro Preto ou nadar em rios que parecem aquários perto de Bonito”. Em seu site, o Lonely Planet elogia a diversidade das paisagens do Brasil.

Depois do Brasil, o segundo lugar, a Antártida, foi escolhido pelo guia por ele proporcionar uma chance de se “seguir o caminho de intrépidos exploradores”. O ano que vem marca o centenário do início da tentativa frustrada do explorador Ernest Shackleton de cruzar o continente gelado.

Em terceiro lugar ficou a Escócia, devido ao calendário de eventos no país, que vai sediar os Jogos da Comunidade Britânica em Glasgow, e também devido à arquitetura de suas cidades e sua beleza natural.