Polícia de Itupeva investiga crime da mala

Por em 6 de novembro de 2013
Foto: Sidney Aureliano

O corpo de uma mulher grávida foi encontrado, dentro uma mala, boiando no Rio Capivari, nas proximidades da Rodovia dos Bandeirantes, limite entre Itupeva, Valinhos, Vinhedo e Campinas.

O Encontro do cadáver aconteceu na tarde de quinta-feira, dia 31, quando a Guarda Municipal de Valinhos, localizada a cerca de 35 quilômetros de Itupeva, recebeu o chamado de moradores da região, que reclamavam de um forte odor que vinha das imediações do rio.

A GM foi até o local e, com auxilio de cães farejadores, localizaram a mala. Em seu interior estava o corpo de uma mulher. A polícia civil foi acionada, tendo comparecido ao local o Delegado Titular de Valinhos, Álvaro Santucci Noventa Junior, que estava acompanhado de sua equipe de investigadores.

Segundo o titular, existe a suspeita de que a jovem estava grávida, mas essa informação só seria confirmada após exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML), para onde o cadáver foi levado. Ainda segundo Álvaro, o corpo da jovem estava no local a dois ou três dias. As primeiras  investigações apontam que a mulher foi morta em outro local e o corpo desovado no rio.

A vítima apresenta perfuração na região das nádegas, possivelmente provocado por uma arma de fogo. Ela tem o nome de um homem tatuado em uma das pernas e aparenta a idade de 28 a 34 anos.

O caso foi registrado na Delegacia de Valinhos, porém as investigações serão conduzidas pela equipe da investigadora chefe, Carla Branco, bem como do delegado titular de Itupeva, Elias Evangelista Ribeiro Junior.  Caso alguém tenha alguma informação que possa ajudar a polícia a identificar e localizar familiares da mulher, deverá entrar em contato pelo fone: (11) 4591-1101. Sua identidade será preservada e suas informações mantidas em absoluto sigilo.

Fotos/Colaboração: Sidney Aureliano