Usuários reclamam de ônibus com letreiro apagado

Por em 10 de outubro de 2017
Usuários reclamam de ônibus com letreiro apagado

Passageiros afirmam que letreiros apagados dificultam identificação e que são obrigados a pedir parada ao ônibus sem letreiro para perguntar ao motorista qual o destino da linha.

Usuários de transporte coletivo da viação Rápido Luxo Campinas entraram em contato com o Jornal de Itupeva, na manhã desta terça-feira (10) e reclamaram que o ônibus que faz a linha Itupeva/Jundiaí/Itupeva estaria circulando com o letreiro digital apagado, fato que impossibilita a identificação da linha por parte dos passageiros.

Sem identificação, os usuários ficam sem saber qual o destino do coletivo e são obrigados a pedir parada ao veículo e perguntar ao motorista ‘para onde ele está indo’.

Quem utiliza o transporte público afirma que o motorista até tem boa vontade em informar qual o destino da linha e que o letreiro ajuda bastante e evitaria todo esse transtorno.

Na noite desta segunda-feira, o líder de logística, Leandro Domingos, aguardava o coletivo com destino a Itupeva no ponto do Auto Posto Centenário, na Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto. Ele reconheceu o ônibus quando se aproximava da parada, porém, com o letreiro apagado ficou na dúvida se este seguia mesmo para Itupeva ou para Cabreúva, sendo obrigado a pedir parada e perguntar para o motorista.

“O letreiro deste ônibus está queimado e isso vem causando muita confusão aos passageiros. Tive dificuldade em identificar para onde o coletivo estava seguindo e só tive certeza, mesmo, quando perguntei para o motorista. Isso é muito chato, ter que ficar parando o ônibus para perguntar a linha, sendo que deveria ter no letreiro”, disse.