Alunas do curso de maquiagem profissional têm workshop

Por em 13 de novembro de 2017
Jornal de Itupeva

Entrar em um ambiente profissional, usar os equipamentos que todo salão de beleza tem e atender ‘clientes’ com a máxima presteza e atenção. Esta foi a missão das alunas do curso de maquiagem profissional oferecido gratuitamente pelo Fundo Social de Solidariedade de Itupeva. Nesta segunda-feira (13), todas tiveram essa oportunidade e não a desperdiçaram.

O workshop foi feito no Salão Especialista da Beleza, que fica no Supermercado Monte Serrat, ministrado pela professora Carolina Bardi.

Durante a aula prática, as alunas tiveram o total acompanhamento da professora, fizeram maquiagem em modelos, tiraram dúvidas e já sentiram como é ser uma profissional na área da beleza.

“Quero crescer neste mercado e estou aproveitando o curso para engrenar na carreira. Vejo que a procura por esse trabalho vem aumentando dia a dia” disse a aluna Ruth Figueiredo.

“Tive a oportunidade de maquiar as meninas para o concurso Miss Itupeva e agora, pela primeira vez, atuo num salão de beleza. Este curso é muito importante para mim, estou desempregada e não posso pagar. Por isso agradeço à Prefeitura e ao Fundo Social por esta oportunidade de me profissionalizar e entrar no mercado de trabalho”, comentou a aluna Adriana Leme.

Novo Fundo Social – A partir de 2017, o Fundo Social de Solidariedade foi totalmente reestruturado e teve ampliadas as oportunidades de cursos profissionalizantes gratuitos para a população. Neste caso da maquiagem, esta turma que conta com oito alunas foi iniciada em agosto e será finalizada em dezembro.

“Nossos cursos vem tendo bastante procura, a população tem aprovado este método de ensino. Fico feliz por poder ajudar muitas pessoas a buscar uma recolocação no mercado de trabalho e complementar a renda familiar”, comentou a presidente do Fundo Social de Solidariedade, primeira-dama Dani Marchi, que fez questão de acompanhar o workshop.

“Esta é mais uma preparação das alunas para o mercado de trabalho, sentindo como é o dia a dia da profissão. Um curso deste porte tem um custo muitas vezes fora da realidade da maioria das pessoas, por isso ressalto o belíssimo trabalho do Fundo Social”, falou a professora Carolina Bardi.