Pinguim é preso dentro de guarda-roupas em Itupeva

Por em 8 de janeiro de 2018
Pinguim é preso dentro de guarda-roupas em Itupeva

Na madrugada deste domingo, a Polícia Militar de Itupeva deteve Jeferson do Carmo Soares, de 26 anos, conhecido pela polícia pelo apelido de Pinguim. O acusado era procurado pela Justiça por ter fugido da cadeia de Porto Feliz em 2017, e estava escondido dentro de um guarda-roupas, no bairro Santa Eliza, em Itupeva.

A equipe comandada pelo sargento Silvio e composta pelos cabos Júnior, García, S. Costa e pelos soldados Augusto, Fernando e Jonatas, receberam a informação que pelo bairro Santa Elisa estava um indivíduo vulgo ‘Pinguim’, já bastante conhecido no meio policial, que seria procurado da justiça.

Os policiais deslocaram-se até o local dos fatos, onde localizaram a casa informada. Em contato com amásia do acusado, a entrada da equipe foi franqueada. A princípio, a mulher disse que Pinguim não estava em casa, mas após uma revista minuciosa, Pinguim foi encontrado escondido no interior do guarda-roupas do casal. De início ele passou um nome que não correspondia à sua verdadeira identidade, na tentativa de não ser reconhecido, mas os policiais não caíram na dele e o conduziram para a Delegacia de Polícia, onde por meio do Sistema Prodesp, da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, ficou evidente sua verdadeira identidade, onde constavam inúmeras passagens pelos Artigos 157, 155 e 180, com condenação de aproximadamente 20 anos.

Levantou-se também que o foragido permanecia em cumprimento de reclusão pelo presídio de Porto Feliz e em 11 de dezembro de 2017 havia conseguido fugir da cadeia e não mais teria retornado.  A ele foi dada voz de prisão em flagrante delito e lido seus direitos constitucionais.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia de Itupeva, onde também foi lavrado o registro cartorário e o preso foi conduzido para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permanecerá a disposição da justiça.