Vítima abordada em Itupeva era mantida refém em cativeiro

Por em 10 de janeiro de 2018
Vítima abordada em Itupeva era mantida refém em cativeiro

Uma equipe da BAEP – Batalhão de Ações Especiais de Polícia – em apoio ao 47º BPM/I, descobriu na manhã de hoje, quarta-feira (10) um cativeiro no Jardim Campo Belo, em Campinas.

Ao vistoriar um veículo Honda Civic que estava no interior da residência, foi verificado que nele havia uma vítima de sequestro. Ele disse que por volta das 7 horas da manhã desta quarta-feira, dia 10 de janeiro, transitava com seu veículo Fox, pela rodovia Miguel Melhado Campos, território de Itupeva, quando foi interceptado e abordado por cinco indivíduos.  Após a abordagem, a vítima foi levada para o cativeiro onde permaneceria até que saques fossem realizados pela cidade.

No interior da residência, que era preparada como cativeiro, os policiais localizaram colchões e algemas plásticas, utilizadas para imobilizar vítimas, caracterizando o local como cativeiro.

Logo que chegaram ao local, os policiais conseguiram visualizar três indivíduos, que ao perceberem a chegada dos militares empreenderam fuga pelos fundos, porém, um deles foi alcançado e detido. O acusado foi identificado como R.S.S., 20 anos, que até então não possuía passagem criminal.

O veículo Civic onde a vítima era mantida e vigiada por 3 criminosos foi roubado no domingo, na cidade de Valinhos.

Segundo a polícia, o bando é especializado em sequestro desta natureza e é considerado perigoso.

Os criminosos chegaram a agredir a vítima por diversas vezes e a ameaçaram de morte, sendo relatado, ainda, que os bandidos por diversas vezes disseram que iriam matá-la e exigiram que ele fornecesse todos os seus dados e cartões bancários, para que fossem realizados saques bancários pela região. Também foi verificado pelos policiais que vítima apresentava diversas escoriações pelo corpo, todas causadas pelos criminosos.

A ocorrência está sendo elaborada neste momento, em Campinas (dia 10/01 às 12 horas).