300 casas serão regularizadas em Itupeva

Por em 30 de janeiro de 2018
Com o governador, prefeito assina convênio para entrega de mais de 300 escrituras em Itupeva

Ao lado do governador  Geraldo Alckmin, o prefeito Marcão Marchi assinou convênio para entrega de mais de 300 escrituras em Itupeva

Mais um passo foi dado para a entrega de escrituras de imóveis pertencentes a mais de 300 famílias de baixa renda de Itupeva. O trabalho será feito sem qualquer custo para os moradores, por meio de convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado. A assinatura da parceria foi feita nesta terça-feira (30) pelo prefeito Marcão Marchi e o governador Geraldo Alckmin, numa solenidade realizada em Jundiaí.

O trabalho de regularização destes imóveis será feito pela Fundação Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo). “Durante todo o ano passado nós nos dedicamos para que este momento pudesse acontecer. Procuramos a Fundação Itesp, explicamos na época ao diretor executivo Marco Pilla as necessidades do município e fizemos várias reuniões de trabalho com o intuito de realizar o sonho desses moradores. Agora está tudo confirmado! Em menos de 15 dias, os profissionais do Itesp já começam a trabalhar em Itupeva”, comentou o prefeito.

As mais de 300 unidades imobiliárias que serão regularizadas ficam nos bairros Vale das Pedras, Santa Isabel, Valdir Pavan, Vista Alegre, Demarchi, Pau D´Óleo I e Pau D´Óleo II. Esta será, também, a primeira vez que a Fundação Itesp, vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, promoverá trabalhos de regularização fundiária urbana na Região Administrativa de Campinas.

“Uma pessoa gastaria em média R$ 3 mil para conseguir realizar essa regularização por conta própria. Este é um momento de muita alegria, uma ótima notícia para Itupeva. Vamos entregar a documentação às famílias que precisam sem custo algum para os munícipes”, afirmou Geraldo Alckmin.

Na execução dos convênios do Programa de Regularização Fundiária Urbana não há repasses de recursos financeiros. O Itesp entra com recursos humanos e materiais, enquanto os municípios fornecem alimentação e hospedagem para as equipes do órgão, além de mão de obra local.

Desenvolvimento – Além de segurança jurídica e pacificação social, a regularização fundiária leva desenvolvimento às áreas regularizadas, uma vez que os imóveis ingressam no mercado formal, valorizam-se e podem ser oferecidos como garantia para acesso a crédito.

Ao lado do prefeito na solenidade estavam o secretário de Governo, vice-prefeito Alexandre Mustafa; o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa, o diretor executivo do Itesp, Gabriel Veiga e o ex-diretor executivo do órgão estadual, Marco Pilla.

Rio Jundiaí – Na ocasião, o prefeito Marcão Marchi também conversou com o governador sobre a instalação do coletor de rede de esgoto, que será construído na margem direita do rio Jundiaí. Com isso, haverá melhora no sistema existente, bem como a ampliação da capacidade de esgotamento de toda a região às margens do rio e ganho da preservação ambiental.