Audiência de empresário acusado de tentativa de homicídio será nesta quinta

Por em 7 de março de 2018
Audiência de empresário acusado de tentativa de homicídio será nesta quinta-feria

A 1ª audiência do empresário, José Carlos de Morais, acusado da tentativa de homicídio que ocorreu nas eleições municipais de 2016, acontece no Fórum de Itupeva à partir das 16 horas desta quinta-feira, dia 8 de março. A audiência marcada será de oitiva, quando das testemunhas, quando todos os envolvidos serão ouvidos pelo judiciário.

José Carlos de Morais, que atua em Itupeva e região no ramo da segurança pública e privada, na época dos fatos era candidato a vereador por Itupeva, pelo partido PSC.  Segundo dados contidos em Boletim de Ocorrência e também de testemunhas que na hora dos fatos, ou seja, por volta das 4h30 da madrugada deste fatídico 2 de outubro de 2016, estavam em frente da escola municipal do Parque das Hortênsias (local dos fatos), o acusado e outros candidatos, que atuavam como fiscais eleitorais, aproximavam-se da escola no intuito de evitar o lançamento de panfletos apócrifos contra o candidato a prefeito da coligação de seu partido pelo PSD , quando avistaram um dos candidatos de sua coligação sendo cercado, agredido e ameaçado por um grupo de homens, sendo que um deles usava uma toca ninja cobrindo o rosto, evitando sua identificação.

Ainda segundo testemunhas, José Carlos chamou a atenção dos agressores e tal fato os irritou, momento em que os indivíduos ‘partiram para cima’ do acusado. Ao ver-se ameaçado e acuado diante o número de agressores, José Carlos sacou sua arma e efetuou disparos que teriam atingido a pessoa que supostamente vestia a touca ninja. O homem atingido foi socorrido ao hospital onde permaneceu em observação e posteriormente foi liberado.

O empresário de segurança, José Carlos de Morais, por orientação de seus advogados, apresentou-se ao delegado de Polícia Civil em Itupeva alguns dias depois dos fatos, quando a autoridade o liberou para responder ao inquérito em liberdade, porém, dias depois, o entendimento foi alterado e a Promotoria de Itupeva decidiu por pedir a prisão do acusado.

Em conversa, por telefone, com a advogada Dra. Elo Fonseca, responsável pela defesa de José Carlos de Morais, conhecido na região por “Carlinhos Vigilante”, disse ao Jornal de Itupeva que está tentando reverter a acusação de tentativa de homicídio, por entender que eram muitas as testemunhas no dia e local dos fatos e, inquiridas, todas afirmam que houve a injusta provocação por parte da vítima contra o réu. Ainda segundo a advogada, eles não estavam sozinhos, mas, sim, em companhia de outras pessoas.

“José Carlos de Morais é empresário na área de segurança privada e participou de diversas manifestações contra a corrupção ao lado de grupos que lutavam por um país e uma cidade melhor. Sempre assumiu um papel forte contra a corrupção e também da má gestão por parte de prefeituras passadas e de seus administradores. Tal atuação provocou a ira de pessoas envolvidas na política no município e, agora, ele espera que a justiça seja feita para seu cliente”, disse a defesa.