Incidência política em tempos de conflitos

Por em 1 de maio de 2018
Incidência política em tempos de conflitos

A leitura do momento político exige reflexão, estudo, dialogo e busca de conhecimento. Difícil, mas não impossível embora o clima e a temperatura das ruas assim o digam.

Nesta perspectiva, de 27 a 29 de abril, nas Paulinas, em São Paulo, pessoas de todos os Estados do Brasil, que há 24 anos, se encontram, se mobilizam e na semana de 7 de setembro promovem eventos e manifestações sobre o momento atual.

Este coletivo faz parte do movimento Grito dos Excluídos, que se manifestam sempre sobre um tema previamente debatido. Deste ano o grito nas ruas será: “Desigualdade gera violência. Basta de privilégios”.

Para animar o debate, esteve presente o professor Plínio de Arruda Sampaio Junior, que falou sobre a Conjuntura Atual, neste tempo de crises, reformas, ativismo político e contingências.

Também a teóloga Ivone Gebara, falou sobre a “Ressignificação dos Gritos, a deste ano é a 24ª edição,  numa visão crítica de como foram os Gritos anteriores, seus temas, o ativismo e seus efeitos: mudou alguma coisa?.  Continua do mesmo jeito?

Feitas as exposições pelos dois palestrantes, através dos grupos de trabalho foram feitas as rodas de conversa com articulações/sugestões de como na semana de 7 de setembro envolver/informar a população e busca de soluções.

“Desigualdade gera Violência. Basta de privilégios”, este será o Grito a ecoar pelas praças e espaços públicos do Brasil na “Semana da Pátria”.  É isso!

Reinaldo Oliveira