Programa de saúde bucal é destaque em Itupeva

Por em 22 de junho de 2018
Programa de saúde bucal para pessoas com deficiência é destaque em Itupeva

Desde o ano passado a Prefeitura de Itupeva tem feito investimentos para recuperar o setor de saúde. O programa de saúde bucal realizado no Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, focado no atendimento de pessoas com deficiência ou que, eventualmente, sejam encaminhados por um médico, é um dos destaques desse trabalho.

“A área da saúde é um grande desafio e a enorme dívida em que encontramos o município foi um grande dificultador, mas com muito trabalho e responsabilidade, estamos conseguindo diminuir o débito da Prefeitura sem deixar de atender a população em todos os setores”, avaliou o prefeito Marcão Marchi, que nesta quinta-feira (21) esteve no Hospital para acompanhar um procedimento.

Para este programa o atendimento é feito mensalmente no Hospital Municipal onde, amparado por uma equipe que inclui dentistas, auxiliares e anestesistas, o paciente conta com todo o suporte necessário para procedimentos como extração, limpeza ou restauração dentária.

“Nós temos um cadastro de pacientes, fazemos o acompanhamento, os exames pré-operatórios necessários para que eles sejam encaminhados para o procedimento. Nosso programa de prevenção em saúde bucal é iniciado antes mesmo da criança nascer, no período de gravidez, com a mãe, e segue sendo feito com a criança com várias atividades educativas nas creches, nas escolas, até os 14 anos de idade”, explica o coordenador da saúde Bucal, Dr. Paulo Marcondes.

As doutoras Luciana de Menezes Tavares Ciola e Patrícia Lopes da Silva são responsáveis pelos procedimentos, contanto com auxílio da técnica em higiene bucal Valquíria Namura e da equipe de anestesistas, que tem muita experiência nesse tipo de atendimento.

“Esse é um serviço que não existe na região, porque aqui nós fazemos o tratamento total, limpeza, extração, e reparação, seja de pessoas com deficiência ou casos de encaminhamento médico, que o paciente tenha uma condição que necessite do suporte da equipe de cirurgia”, explica a Dra. Luciana. “No Ceom (Centro de Especialidades Odontológicas Municipal) e nas Unidades de Saúde é feito o tratamento preventivo e acompanhamento, e são encaminhados para o hospital apenas os pacientes ou casos que não possam ser atendidos no consultório”, completa a Dra. Patrícia.

Luiza Novaes Aragão, moradora do Nova Monte Serrat, é mãe de Ezequiel, de 30 anos, paciente com deficiência que passou por uma extração de dente no hospital. “Ele faz o tratamento no Ceom, daí veio para o hospital para esse procedimento mais complexo. O atendimento é muito bom, não há do que reclamar, temos ajuda com os remédios, fraudas, não precisamos comprar nada. Morávamos em São Paulo e lá não tinha o que tem aqui. Para nós é muito importante porque, por conta da deficiência, ele precisa de ajuda até para escovar os dentes”.

Prevenção – O atendimento bucal é realizado em Itupeva no Ceom (Avenida Brasil, 294, Centro) e em Unidades de Saúde. Só em 2017, numa parceria com funcionários das UBSs (Unidades Básica de Saúde), creches e escolas da rede municipal, foram atendidas 23,5 mil pessoas e mais de 55 mil procedimentos foram realizados. Entre os serviços prestados gratuitamente à população estão cirurgias, próteses, consertos de próteses, além de atendimentos em domicílios e hospital, moradores de rua e pacientes especiais.