Cabo Candello completa 25 anos na PM

Por em 15 de julho de 2018
Cabo Candello completa 25 anos na PM

Após 25 anos servindo a gloriosa Polícia Militar do Estado de São Paulo, o Cabo Roberto Candello Junior (cabo Junior) se despede da corporação, levando consigo a sensação do dever cumprido.  O cabo PM, que há oito anos está lotado no 2º Pelotão de Polícia Militar de Itupeva, encerrou os trabalhos no dia 30 de junho, com homenagens e aplausos por seus relevantes serviços prestados à Polícia Militar, bem como à sociedade do bem, que muito admirava o seu trabalho em prol a segurança do município.

Conheça um pouco da trajetória do cabo Candello Junior

Nascido no ano 1969 na cidade Indaiatuba, o militar relata que desde pequenino sonhava em se tornar um policial e com o passar do tempo foi crescendo e no ano de 1988 alistou-se no 12º GAC (Grupo de Artilharia e Campanha) onde iniciou sua carreira no regime militar servindo por 1 ano e 2 meses.

De acordo com amigos da caserna, Candello já demonstrava amor pela farda e cumpria suas missões militares com muita disciplina, sempre levando a sério tudo que a ele era confiado, disse o Major Pomílio, sub comandante do 11º BPMI, que serviu o quartel na mesma classe.

Candelo também foi muito bem elogiado pelo itupevense e 2º sargento reservista do Exército, Luiz Carlos Izzo, que acompanhou toda a trajetória do então soldado Junior no 12º GAC.

“O soldado Junior incorporou às fileiras do Exército e sempre exerceu as atividades com seriedade e competência.  Foi um militar exemplar e era elogiado pelo comando. Contribuía de maneira substancial para o sucesso dos exercícios reais de tiro e com as atividades da unidade. Deu baixa com comportamento excelente e foi acolhido diante concurso público pela Polícia Militar do Estado de São Paulo”, disse.

Pouco tempo após cumprir sua missão no Exército, prestou concurso público para a Polícia Militar do Estado de São Paulo, no ano de 1992, quando foi aprovado e ingressou na Escola de Formação de Soldado no dia 25 de janeiro de 1993, formando-se soldado da PM no ano de 1994, quando se demonstrou profissionalismo e se tornou um exemplo de policial nas áreas onde atuou.

Desde então, foi ganhando experiência e a confiança dos seus superiores e em 2010 foi transferido para a cidade de Itupeva, onde prestou relevantes trabalhos para a sociedade até o último dia 30 de junho de 2018, quando entrou de licença prêmio, que será seguida de sua merecida aposentadoria, passando a integrar a reserva da PM.

Durante o tempo de trabalho na cidade de Itupeva, o cabo que sempre se destacou em grandes ocorrências e combatia com pulso firme o tráfico de entorpecentes, levando prejuízos aos traficantes que temiam a presença do policial. Agia com inteligência e tirocínio, e junto aos seus colegas de farda conseguiu retirar das ruas criminosos que ofereciam riscos à sociedade, levando-os à prisão.

Em 2016, o policial recebeu a merecida Moção de Congratulações por parte da Câmara Municipal de Vereadores de Itupeva, por intermédio dos vereadores Salvador Philomeno Polli e Valdemir Rodrigues (Grandão) por se destacar em ocorrências no município.

Candello, então, tornou-se um policial temido por aqueles que empregavam risco à sociedade, entre eles criminosos e traficantes. Sempre firme em suas atribuições, o policial jamais aceitou suborno e sempre preservou seu moral, respeitando respeitando as pessoas de boa índole, motivo que ao anunciar sua aposentadoria recebeu várias mensagens e ligações de pessoas que admiravam o seu trabalho, pedindo para que ele permanecesse e continuasse contribuindo com a segurança de Itupeva.

O policial, por meio de sua rede social, recebeu várias mensagem de amigos em forma de elogio e agradecimento, principalmente de guardas municipais de Itupeva com quem mantinha acirrada e forte parceria no combate à criminalidade no município.

Em seu último dia de trabalho, Candello encerrou sua missão com ‘chave de ouro, quando solicitado para atender a uma ocorrência de tráfico de drogas, no Jardim Samambaia, em Itupeva, prendeu em flagrante delito um indivíduo com cerca de meio quilo de entorpecentes, já prontos para serem comercializados.

Ao término do seu expediente, homenagens foram feitas via rede (rádio patrulha) por parte de amigos de farda, bem como por seus comandantes, que agradeceram ao policial pelos 25 anos prestados a gloriosa Polícia Militar de Estado de São Paulo.

O sargento Silvio, que era responsável pela equipe que cabo Candello fazia parte, fez questão de dar uma abraço apertado no militar e em nome do comandante do 11º BPMI, parabenizou o policial pela sua dedicação e competência.

“O cabo Candello vai fazer falta, pois sempre foi uma pessoa dedicada, atuante e que sempre manteve a postura militar, além de fazer o uso de suas atribuições sempre com maestria. Parabéns Candello, que Deus possa abençoar a sua nova jornada e em nome da nossa digna Polícia Militar, o nosso muito obrigado”, elogiou, o sargento.

Os militares que estavam junto ao cabo em último dia também fizeram questão de dar-lhe um abraço apertado e desejar boa sorte em sua nova etapa que ora se inicia.

Emocionado, o cabo Candello agradeceu aos amigos, parceiros e disse que foi muito bom servir a gloriosa Polícia Militar. Ele também agradeceu a população e a sociedade de bem, que sempre admirou seu trabalho e esteve com ele durante todo o tempo em que serviu como militar da ativa. “Só tenho a agradecer. A todos vocês, o meu muito obrigado”, disse emocionado o cabo Candello.