França vence a Croácia e é bicampeã do mundo

Por em 15 de julho de 2018
FRANÇA É CAMPEÃ DO MUNDO

Em jogo emocionante, franceses foram pressionados pelos croatas, mas se aproveitaram do cansaço adversário para chegar ao 2º título da história

A França é bicampeã mundial de futebol. Os franceses derrotaram a Croácia por 4 a 2 na final da Copa da Rússia neste domingo (15), no estádio Luzniki, em Moscou. Mbappé fez o quarto francês e, aos 19 anos, se tornou o segundo jogador mais jovem a fazer um gol em uma final — atrás apenas de Pelé, que tinha 17 quando marcou dois na decisão do Mundial de 1958, na Suécia, contra os anfitriões.

A seleção francesa havia vencido a Copa de 1998, quando foi anfitriã – bateu o Brasil na final por 3 a 0, no Stade de France, em Paris.

A conquista teve um componente especial na história pessoal do técnico Didier Deschamps, que se tornou o terceiro futebolista a se tornar campeão como jogador e treinador. Além dele, apenas o brasileiro Zagallo e o alemão Franz Beckenbauer alcançaram tal feito.

Para a Croácia, o vice-campeonato foi um feito inédito na história do futebol do país. A melhor posição em uma Copa havia sido na estreia do país na competição, em 1998, na França, quando chegou à semifinal – foi eliminada exatamente pelos anfitriões.

Mas a geração de Modric, Rakitic, Perisic e Mandzukic superou os ídolos de infância e escreveram o nome da nação na galeria de campeões mundiais.

Ficha técnica:
15/7 – Estádio Luzniki (Moscou)
FRANÇA 4 x 2 CROÁCIA
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina); Gols: Mandzukic (contra), aos 18 minutos do 1º tempo, Perisic, aos 28 do 1º tempo, Griezmann (pênalti), aos 38 do 1º tempo, Pogba, aos 13 minutos do 2º tempo, Mbappé, aos 20 do 2º, Mandzukic, 24 do 2º. Cartões amarelos: Kanté, Lucas Hernández (França), Vrsaljko (Croácia).
FRANÇA: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Pogba, Kanté (Nzonzi, aos 9 do 2º), Matuidi (Tolisso, aos 28 do 2º), Mbappé e Griezmann; Giroud (Fekir, aos 36 do 2º). Técnico: Didier Deschamps.
CROÁCIA: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Rakitic, Brozovic, Rebic (Kramaric, aos 26 do 2º), Modric e Perisic; Mandzukic. Técnico: Zlatko Dalic.