Polícia prende acusado de latrocínio em Jundiaí

Por em 26 de setembro de 2018
Polícia prende acusado de latrocínio em Jundiaí

No último dia 22 de setembro, após o Copom informar via rádio uma ocorrência de disparo de arma de fogo, na região do bairro da Malota, em Jundiaí, a equipe do sargento Silvio, composta pelos soldados Augusto e Jonatas, foi deslocada até o local onde se deparou com uma vítima caída no chão, ferida no peito por disparo de arma de fogo, na Rua Anna Leme Faccioni.
Os militares imediatamente acionaram o Samu que com muita rapidez chegou ao local e socorreu a vítima, identificada como o comerciante B.S.T., de 69 anos, até o Hospital São Vicente de Paula, entretanto, devido a gravidade do ferimento acabou morrendo.

Com as características colhidas, foram feitas buscas pela região, sendo localizado o acusado do crime. Na abordagem, foi localizado com o indivíduo um revólver modelo Smith Wesson, calibre 32, inox, com capacidade para 6 tiros, carregado com 4 munições intactas e 2 deflagradas.

O acusado foi identificado como W.D.O., de 39 anos, que já possuía várias passagens criminais, entre elas pelos artigos 155 (furto), 157 (roubo), 180 (receptação) e 28 (posse de drogas).

W. apresentava marcas de sangue pelo corpo e também vários arranhões, que segundo ele foram causados na fuga. A ele foi dada voz de prisão em flagrante delito e lido seus direitos constitucionais. Ele contou aos militares os motivos que o levaram a atirar na vítima.

Ele disse que nas proximidades do local existe um centro religioso, local que era de responsabilidade da vítima. Em data anterior, indivíduos furtaram pertences do local mediante arrombamento, e, nesta data, o acusado teria ido até o local, quando por motivos que não soube explicar acabou sendo agredido pela vítima.

Populares disseram aos militares que quando W. chegou ao centro religioso, agrediu o responsável com muitos socos, chutes e pontapés e logo depois efetuou o disparo de arma, atingindo-o fatalmente. O local foi preservado pela PM até a chegada da Polícia científica, bem como do delegado de Polícia Civil.

Os dados foram apresentados no Plantão Policial de Jundiaí, onde foram tomadas as medidas cabíveis, e o preso foi conduzido para o centro de triagem de Campo Limpo Paulista.
Apoiaram a ocorrência: CFP, CGP I, Rocam, RPM 1 via equipes da 1 e 2 Cia/PM.