Cemitério lotado e muitas orações no Dia de Finados

Por em 2 de novembro de 2018
Cemitério lotado e muitas orações no Dia de Finados

O sol da manhã desta sexta-feira, dia 2 de novembro, ajudou a aquecer o coração de milhares de pessoas, que em dia de paz e reflexão compareceram ao Cemitério Municipal “Jardim das Flores”, para lembrar e rezar pelos seus entes queridos. Assim foi o clima registrado durante todo o dia Finados, em Itupeva.

O vice-prefeito, Alexandre Mustafa, prestigiou a celebração e visitou as dependências do cemitério. Vereadores e secretários municipais também estiveram presentes à celebração de Finados.

Segundo o prefeito Marcão Marchi, o cemitério municipal foi preparado para receber a visita de milhares de pessoas, que todos os anos comparecem ao local para prestar homenagens a seus entes queridos. “Queremos que os familiares que vêm visitar os túmulos e prestar suas homenagens a um parente ou amigo que se foi, encontrem aqui um local limpo e ordenado, pois acreditamos que isso também contribui para confortar as pessoas em um momento tão delicado” – disse o prefeito.

O prefeito Marcão Marchi foi elogiado pela reforma do Velório

E como já era esperado o Cemitério ficou florido. O colorido já começava nos portões, onde uma floricultura instalou duas tendas para atender à demanda. O Dia de Finados é a melhor data para o segmento. Mesmo com a economia fragilizada e o contexto da dengue, que limita a decoração dos túmulos, a floricultura soube driblar as adversidades. Quem confirmou essa superação foi a empresária Nina, da Floricultura Via Veni.

As cores também deram brilho especial às ruas internas do cemitério, que esta semana recebeu plantio de flores, em especial crisântemos, e cuidado especial com o gramado.

Carregando flores nas mãos e o coração pesado de saudade, mais uma vez as pessoas foram recebidas com abraços grátis, carinho que foi oferecido por representantes das igrejas do Evangelho Quadrangular e Bola de Neve, ambas de Itupeva. Palavras de fé também foram ofertadas por Testemunhas de Jeová, que estiveram à disposição dos presentes.

Nas áreas internas do cemitério, entre um jazigo e outro, os visitantes receberam orações e uma palavra de paz por parte de integrantes da Pastoral da Esperança, destaque deste ano, que se revezaram durante todo o dia. Formados por cerca de 270 pessoas instruídas para acompanhar as pessoas, os grupos representaram a igreja católica, cantavam e oravam junto dos visitantes em frente aos jazigos de seus familiares. E foi exatamente sobre isso que o Jornal de Itupeva conversou com alguns dos visitantes e também com os integrantes dos grupos, que se dedicaram às orações.

João Eduardo Sanches, integrante da Pastoral da Esperança, falou sobre o projeto e seu objetivo. “Estamos aqui para conversar e orar com os irmãos que estão vindo visitar seus familiares. E em nome da igreja católica, mais especificamente da Pastoral da Esperança, é que estamos aqui, hoje, para rezar e renovar a fé e esperança das pessoas, lembrando sempre que a morte é uma passagem e que todos atravessaremos por ela um dia, mas Cristo nos dá a esperança da ressurreição. E esse trabalho, além de levar conforto e oração, ajuda a nós que estivemos aqui também e que de alguma forma fomos beneficiados. Ver como as pessoas acolhem as nossas orações deixa o nosso coração repleto de alegria”, disse.

Rodrigo Paulo Aderaldo disse que a iniciativa do programa é do pároco de Itupeva. “Queria agradecer essa excelente ideia que o nosso padre Marcos teve, pois é muito importante ver a emoção das pessoas. E essa troca também abastece os nossos corações. Está escrito no Evangelho: “Vou preparar um lugar para vós e quando esse lugar estiver preparado, voltarei e vos levarei comigo”, que nós possamos ter essa verdade dentro de nós e também em nossas vidas”, finalizou.

O itupevense Brás Alves Rangel visitava o jazigo da família e foi recebeu a visita dos religiosos. “Vim visitar o túmulo de meu pai e de minha mãe, e aqui tive a grata felicidade de encontrar grandes amigos, entre eles o Rodrigo, que está fazendo um excelente trabalho com as equipes de oração da igreja católica. Estou muito feliz pelo carinho que recebi aqui hoje”, disse Brás.

Ditran e GCM estiveram no local

Na área externa, a Guarda Civil Municipal e a Divisão Municipal de Trânsito controlavam o tráfego de veículos e auxiliaram as pessoas durante a travessia da via, proporcionando segurança a todos os visitantes, principalmente crianças e idosos. Equipes de apoio da prefeitura, ambulância e de fiscalização comercial também estavam de prontidão no local.

1ª Missa

As missas campais de Finados foram destaque ao longo do dia, sendo subdivididas em três eventos, que ocorreram às 8, 10 e 16 horas, todas com grande participação popular.

Logo pela manhã, às 8 horas, uma multidão assistiu à primeira celebração, que foi presidida pelo Padre Marcos Adriano Paulino. Com cânticos e louvores, o pároco de Itupeva ofereceu uma palavra de paz aos presentes, ressaltando a reforma do velório, parabenizando a iniciativa do prefeito Marcão Marchi.

“Quero agradecer ao prefeito Marcão Marchi, que está sempre disposto a ajudar a igreja e deixou este velório muito bonito e totalmente remodelado. Quando o prefeito assumiu a prefeitura, essa cidade tinha uma dívida enorme e agora, pouco a pouco, vai tomando o rumo novamente. Itupeva está progredindo, pouco a pouco. Às vezes vejo gente reclamando em redes sociais, mas não é fácil pegar uma cidade com uma dívida de quase 230 milhões de reais e administra para ver. Então, precisamos orar e agradecer tudo que os nossos governantes vem fazendo por Itupeva, em especial aqui no Velório Municipal”, disse o padre Marcos, pároco de Itupeva.

Na primeira celebração, que teve início às 8 horas, o padre Marcos pregou sobre a memória dos falecidos, a oração pelas almas e a esperança da vida eterna. O tema também foi abordado nas missas subsequentes, realizadas às 10h e às 16 horas.

“Nesta nossa caminhada terrestre rumo ao céu, é preciso que nos reconciliemos uns com os outros e também com Deus, para merecermos um dia viver a felicidade eterna. Para tanto, reconheçamos os nossos pecados e peçamos perdão a Deus”, ministrou.

Ao final da celebração, o religioso fez questão de parabenizar o prefeito pela reforma no Velório Municipal, ressaltando ser esta uma ‘grande reforma e que hoje beneficia a população com um amplo e moderno espaço.

“Agora, este é um lugar onde as pessoas, em um momento de luta e de dor, vão ser melhor amparadas, graças ao trabalho que vem sendo executado na cidade com muita luta, pelo prefeito Marcão Marchi. Sabemos que não é fácil receber uma cidade no estado em que estava Itupeva, com tantas dívidas, e reconstruir. Então, temos que rezar muito pelos nossos governantes”, disse.

Apoio aos visitantes

Marcelo Oliveira, administrador do Cemitério Municipal, acolheu os visitantes e destacou a importância de se refletir sobre a morte e a finitude da vida. Segundo ele, cerca de 7 mil pessoas devem passar pelo local durante todo o feriado. Esse grande público só reforça o quanto as pessoas valorizam a tradição de se lembrar com carinho dos falecidos. Marcelo falou da iniciativa do prefeito em reformar o antigo prédio onde funcionava o velório municipal.

“Essa é uma obra que, em parceria com empresas parceiras, foi proporcionada pelo prefeito Marcão Marchi para a população de Itupeva. Esse cemitério já tem mais de 30 anos e, hoje, a população pode se beneficiar de um espaço moderno, com amplas e novas salas, banheiros e setor de administração, tudo à disposição dos moradores de Itupeva”, concluiu Marcelo.

Velórios voltaram a ser feitos no cemitério municipal

A partir deste domingo, dia 3 de novembro, todos os velórios voltarão a ser feitos no Cemitério Municipal, já completamente reformado.

“Já há muitos anos que o velório municipal vinha precisando de uma boa reforma. E por este ser o único espaço destinado a este serviço no município, as obras aqui precisavam ser feitas, não tinha como adiar. E hoje, Dia de Finados, quero deixar uma palavra de paz à população de Itupeva. E em memória dos falecidos é que dedicamos essa reforma, oferecendo mais conforto aos familiares.”, comentou o prefeito Marcão Marchi.

A obra feita pela Prefeitura teve como objetivo melhorar a estrutura física do local, com revitalização completa dos espaços, adequação e acessibilidade aos sanitários, entre outras benfeitorias. Em maio deste ano, o prédio já recebeu uma revitalização externa. A inauguração do velório municipal está marcada para acontecer no próximo dia 7 de novembro (quarta-feira).

População aprova reforma do velório

De cadeiras de rodas, a moradora Iolanda de Paula Graciano ficou encantada com a reforma do velório e aprova as ações desenvolvidas no município. Ela fez questão de elogiar e parabenizar o prefeito pela infraestrutura em favor da população.

“Oi prefeito, moro no Iraí e agora estou de cadeiras de rodas. Fiquei encantada com a reforma que você fez aqui no Velório e em toda cidade de Itupeva. Muito bonito, espaçoso, tudo bonito, fiquei encantada e gostei muito. Sempre soube que você estufaria o peito e faria o melhor por Itupeva e, por mim, você ficava mais 10 anos na prefeitura. Está de parabéns”, disse Iolanda.

Jorge Donizete Mendonça aproveitou a data para fazer uma faxina no jazigo da família Mendonça. Em companhia de Vera Nilda Ribeiro Mendonça, e com o auxílio de balde, rodo e vassoura, ele dedicou algumas horas para dar um trato no túmulo de seus pais.

“Agora o cemitério está ótimo, porque de primeiro era um abandonado danado. E hoje com a realização da missa e com a participação de religiosos oferecendo orações para as pessoas tudo está maravilhoso. Disse Jorge.

Silvio Evangelo Marques de Brito foi ao cemitério e disse que a morte é a passagem para a vida. “Deus morreu por nós na cruz e nos dá o direito de sermos pecadores, mas também nos oferta a possibilidade de vida eterna após a morte. E este Finados é um dia para se comemorar a vida e não a morte. Hoje vim visitar a minha irmã, que infelizmente faleceu há cerca de um mês, e fiquei feliz em ver como o velório de Itupeva está ficando. A nossa cidade precisava de um espaço deste nível. É um presente para a população, que merecia este espaço, onde todos poderão velar seus entes queridos de forma digna e respeitosa”.

Anésio Facalde, morador de Itupeva a mais de meio século, disse que ficou surpreendido com a reforma do velório. “Essa reforma foi muito boa. Itupeva estava precisando de um espaço como este. Elogiou, Falcade.

O mesmo reconhecimento partiu de Silvia Caetano Piazzarolli, que se mostrou surpresa com o estado adiantado da reforma. “Nossa, o velório de Itupeva mudou completamente e agora está ótimo. O prefeito fez um trabalho muito bem feito e está de parabéns”, disse dona Silvia.

Outro antigo morador de Itupeva, Valdemar Alves, também fez questão de elogiar o novo espaço. “O velório de Itupeva mudou totalmente. Está com outra cara. Achei bacana mesmo”, disse.

Caminhando entre os jazigos, Sueli Aparecida de Souza mostrou-se surpresa com o fato de ter encontrado o velório reformado. “Cheguei aqui e me surpreendi, porque está tudo muito diferente. Nem parece mais o mesmo lugar. Ficou muito bonito mesmo e gostei bastante. Já passamos muitas noites aqui com amigos, parentes e gostamos muito do espaço agora com a reforma. O prefeito teve um olhar muito importante para a população, disse Sueli, que estava acompanhada de Alessandro Roberto de Oliveira, Maria Eunice de Souza e do patriarca da família, José João de Souza.

Cleberson Renan de Oliveira Chinarelli disse que a presença dos religiosos é muito importante e conforta os corações, principalmente no Dia de Finados, que é difícil para todos. “A gente vem aqui com saudade e lembrando dos familiares que já se foram e eles estão aqui para conversar com a gente, acalmam e explicam bem sobre o momento, com muita paz e tranquilidade neste dia que, como todos sabem, é bem difícil”, comenta Cleberson.

Já para Ivone Aparecida Oliveira, a iniciativa é excelente. “Às vezes chegamos aqui no cemitério um pouco desanimados e ainda com o coração partido diante a perda de um ente querido. E é ótimo ter alguém aqui ao nosso lado para nos confortar e fazer uma oração com a gente. Achei ótimo. Outra coisa que gostei bastante foi a reforma do velório. Além de ter ficado muito mais bonito, vai oferecer mais conforto às famílias, que agora não precisarão mais sair na rua no dia do sepultamento, disse Ivone.

Maurílio Donizete da Silva, funcionário público que trabalhou por muitos anos no cemitério municipal, disse que os falecidos merecem ser respeitados. “Eles já fizeram muito por nós e chegou o momento que a gente tem que lembrar deles também, além de retribuir tudo que fizeram. Isso é muito importante. E a reforma que fizeram aqui no velório ficou excelente. Mudou bastante e era isso que a cidade estava precisando. Ficou muito bacana mesmo. Sempre via que esse espaço precisava de uma reforma e o prefeito Marcão Marchi entendeu essa necessidade e nos deu esse lindo presente. É aqui que ficamos tristes e emocionados diante a falta de um familiar querido. Bem por isso, o lugar não pode ficar esquecido, como aconteceu em outras administrações, comentou.

O prefeito Marcão Marchi acompanhou pessoalmente a reforma do Velório Municipal