Mais de 96% das vagas do Mais Médicos já foram preenchidas

Por em 26 de novembro de 2018
Jornal de Itupeva

O Ministério da Saúde informou neste domingo (25.nov.2018) que 96,6% das vagas do edital do programa Mais Médicos foram preenchidas. As inscrições continuam até 7 de dezembro.

De acordo com dados da pasta, haviam 29.780 profissionais inscritos com registro do CRM (Conselho Regional de Medicina) no Brasil até as 17h deste domingo. Desses, 20.767 foram efetivadas e 8.230 profissionais já selecionaram o município de atuação.

Os profissionais devem se apresentar nos municípios até 14 de dezembro. Na apresentação ao município, o médico deve entregar todos os documentos exigidos no edital. Até o momento, 40 médicos já se apresentaram nas unidades básicas de saúde.

Com a instabilidade no site nos últimos dias, o Ministério da Saúde resolveu prorrogar as inscrições até o dia 7 de dezembro. A lentidão no sistema foi causada por ataques cibernéticos. Segundo o órgão, o site do programa não apresenta problemas de instabilidade no momento.

O edital do programa Mais Médicos foi publicado no Diário Oficial da União em 19 de novembro como medida emergencial após a saída de Cuba do programa.

As inscrições são para médicos formados no Brasil ou para os graduados no exterior que fizerem prova de revalidação do diploma, o Revalida.

São ofertadas 8.517 vagas para atuação em unidas básicas de saúde em 2.824 municípios e 34 DSEI (Distritos Sanitários Especiais Indígenas), que antes eram ocupadas por médicos cubanos. A remuneração é de R$ 11.865,60.

CUBA SAI DOS MAIS MÉDICOS
Em 14 de novembro, o governo cubano anunciou o rompimento do acordo com o Mais Médicos e retirada dos cerca de 8.300 profissionais. O programa foi lançado durante a gestão de Dilma Rousseff (PT), em 2013.

De acordo com o Ministério da Saúde, o país discorda das condições que seriam impostas pelo governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Alguns médicos cubanos deixaram o país nesta semana. Eles embarcaram no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, em destino à Havana, Cuba. Os profissionais foram recebidos pelo ex-presidente e líder do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro,

Castro foi até o avião para cumprimentar os profissionais acompanhado do nº 2 do partido, José Ramón Machado, e de 1 grupo de líderes políticos.