Homem atira e é preso em Itupeva

Por em 28 de dezembro de 2018
Homem dá tiro na Vila São João e é preso por tentativa de homicídio

Por volta das 16h30 da última quarta-feira, dia 26 de dezembro, a Polícia Militar de Itupeva prendeu o acusado de tentar matar a esposa, na Vila São João, em Itupeva.

A ocorrência teve início com o chamado do COPOM – Centro de Operações da Polícia Militar – que irradiou as características de um indivíduo, muito alterado, que estaria brigando com a esposa e efetuando disparos com arma de fogo.

As equipes 11202, 11207, Rocam e Comando Força Patrulha chegaram rapidamente à Avenida Deputado Ulisses Guimarães e abordaram o acusado, que participava de um churrasco em um boteco, ao lado de outras 15 pessoas.

Em conversa com as pessoas, os policiais constaram que realmente havia acontecido o disparo de arma de fogo, porém, o autor negava que havia atirado e não queria informar onde teria escondido o revólver.

Todas as pessoas foram revistadas e o bar vistoriado. As imediações também passaram por buscas, inclusive as imediações e também casas vizinhas, todas com expressa autorização dos proprietários, porém, sem êxito na localização da arma.

Na casa do acusado, os militares encontraram 7 munições calibre 32. Diante o indício da presença de arma, os policiais solicitaram apoio à equipe de Canil da Guarda Civil de Itupeva, que compareceu ao local com 2 cães. Com faro aguçado para ocorrências envolvendo drogas e armas de fogo, os animais conseguiram localizar mias munições calibre 32 na referida residência. Os agentes de inteligência do Batalhão da PM também atuaram na ocorrência. A esposa do acusado, que teria sido agredida, foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Itupeva, onde prestou depoimentos, sendo acompanhada por outras 3 testemunhas, que confirmaram que ela foi agredida pelo marido. Foram apreendidas 8 munições, sendo elaborados Boletim de Ocorrências por tentativa de homicídio, tendo o acusado permanecido à disposição da Justiça.

Participaram da ocorrência o Tenente Iuri, o sargento Delgemo, os cabos Muniz, Belasco, Silvio e Davison, e os soldados Bruno Dias, Carlos, Cleverson, Roque, Jardas e Costa.