Bolsonaro: A bandeira do Brasil “nunca será vermelha”

Por em 3 de janeiro de 2019
BRAZIL-INAUGURATION-BOLSONARO

Jair Bolsonaro em discurso à população se dirige com “humildade e honra”, declara que “o povo começou a se libertar do socialismo” e ressalta escolha de “ministros técnicos e capazes para transformar o Brasil”.

“Temos uma grande nação para reconstruir, isso faremos juntos, com a campanha mais barata da história”, afirmou o presidente, reiterando a horizontalidade de seu discurso em relação a população.

“Tudo que faremos tem um propósito comum: os interesses dos brasileiros”, em nova referência nacional-desenvolvimentista e, para isso, Bolsonaro quer “desburocratizar, simplificar”.

O presidente almeja “restabelecer a ordem nesse País”, prometendo contar com “sua toda dedicação” para atingir seu objetivo.

Bolsonaro encerra seu discurso com seu mote de campanha: “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”. E, novamente, com a bandeira do Brasil em mãos, completa: “essa é a nossa bandeira, que jamais será vermelha. Só será vermelha se for preciso o nosso sangue para mantê-la verde e amarela”.