Cigano é massacrado por Velasquez no UFC

Por em 30 de dezembro de 2012
Junior Cigano perdeu o cinturão para Caim Velasquez.

O brasileiro Júnior dos Santos Cigano foi massacrado por Cain Velasquez, nas primeiras horas de hoje, durante a defesa de melhor lutador do Ultimate Fighting Championship – UFC.

A última disputa de cinturão do UFC em 2012, que não teve transmissão em canal aberto no Brasil, começou exatamente às 03h20 da manhã (horário de Brasília) deste domingo, 30 de dezembro, sendo transmitido somente pelo SporTV e pelo canal Combate, via pay per view.

Cigano já havia lutado com Velasquez, em 12 dezembro de 2011, quando levou a melhor ao nocautear o norte-americano, conquistando o cinturão dos pesos pesados, que por sinal pertencia à Velasquez.

Revanche

Na luta deste domingo, Velasquez e Cigano entraram no octógono, em luta válida pelo cinturão de melhor do UFC. O combate aconteceu na arena MGM Grand, em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos.

Os quatro primeiros rounds foram completamente dominados por Velasquez, que deixou Cigano grogue no ‘ringue’. O olho direito de Júnior Cigano praticamente fechou com os duros golpes sofridos e dificultou sua permanência na luta. Os juízes contabilizaram 6 pontos de vantagem para Velasquez.

No quinto e último round, a única chance de vitória do brasileiro era nocautear Velasquez, que de fato não aconteceu. A decisão foi fácil para os juízes que foram unanimes em dar a vitória para Cain Velasquez, que recuperou o cinturão de melhor do UFC, com média de sete pontos de vantagem sobre o adversário brasileiro.

Os 25 minutos de luta foram mais que suficiente para revelar que o brasileiro não merecia permanecer com o cinturão do UFC. O americano dominou o combate a luta inteira e agora volta a ser o campeão dos pesos pesados.

Em entrevista ao SporTV, Cigano afirmou que vai correr atrás do cinturão, mas para isso terá que encontrar seu novo caminho na categoria.

Resultados da noite

UFC 155
29 de dezembro de 2012, sábado, às 22h (Horário de Brasília)
MGM Grand Arena, em Las Vegas, Nevada (EUA)

Card principal

Cain Velasquez venceu Junior Cigano por decisão unânime.
Jim Miller venceu Joe Lauzon por decisão unânime.
Costa Phillipou venceu Tim Boetsch por nocaute técnico no terceiro round.
Yushin Okami venceu Alan Belcher por decisão unânime.
Derek Brunson venceu Chris Leben por decisão unânime.

Card preliminar
Eddie Wineland venceu Brad Pickett por decisão dividida.
Erik Perez venceu Byron Bloodworth por nocaute técnico no primeiro round.
Jamie Varner venceu Melvin Guillard por decisão dividida.
Myles Jury venceu Michael Johnson por decisão unânime.
Todd Duffee venceu Philip De Fries por nocaute técnico no primeiro round.
Max Holloway venceu Leonard Garcia por decisão dividida.
John Moraga finalizou Chris Cariaso no terceiro round.