Empresa do prefeito de Itupeva é invadida

Por em 4 de fevereiro de 2013
Jornal de Itupeva

A empresa AGE – Assessoria Governamental e Empresarial – de propriedade do prefeito Ricardo Bocalon, localizada na Avenida Brasil, no Centro de Itupeva, foi invadida por criminosos, neste final de semana. O crime foi constatado por funcionários que perceberam a invasão logo que chegaram ao trabalho, na manhã de hoje, segunda-feira (4).

Para terem acesso à consultoria, os criminosos arrombaram uma porta, porém, ainda não foi possível avaliar o que foi levado.

Segundo apura a equipe de investigação, comandada pelo delegado de Polícia de Itupeva, Elias Evangelista Junior e pela investigadora chefe, Carla Branco, os bandidos foram filmados, já que o local é monitorado por câmeras escondidas. As imagens foram recolhidas e serão analisadas pela Polícia na identificação dos autores da invasão. Além disso foi acionado a equipe da Policia Cientifica para identificar digitais e avaliar o crime.

“A intenção dos invasores não era furtar eletrônicos, pois computadores e outros equipamentos não foram levados. Todas as gavetas e arquivos foram revirados e, apesar do local possuir computadores e outros equipamentos eletrônicos, nada foi levado”, disse o prefeito.

Ricardo Bocalon afirma que a intenção dos criminosos era de intimidar ou encontrar alguma coisa que pudesse ser utilizado contra ele. Diante o incidente, a Guarda Municipal deve reforçar a segurança do prefeito de Itupeva.

“Estamos trabalhando muito para mudar a cidade para melhor e isso vem incomodando algumas pessoas. Mas com certeza vamos identificar o responsável ou os responsáveis por esse crime. Nunca pensei em usar a guarda municipal para minha proteção, mas se hoje invadiram a minha empresa, amanhã poderá ser a minha casa, motivo pelo qual já solicitei reforço”, disse.

Ataques pelo facebook

Desde que assumiu a prefeitura de Itupeva, o prefeito Ricardo Bocalon passou a ser caluniado e injuriado por usuários do Facebook, motivo pelo qual já acionou os órgãos competentes na busca de reparação dos danos à sua imagem.

“Isso é entristecedor, mas já estamos tomando as medidas cabíveis. Nosso governo pode ser criticado, sem problema algum, o problema é que existem pessoas que torcem contra e atacam minha vida pessoal, minha família e isso já passou dos limites. Também já acionamos a Polícia Federal para tentar reprimir o que eu chamo de “bullyng virtual”. Não ligo para as críticas, mas o que extrapola são os comentários baixos que envolvem família e atacam a minha vida pessoal. Nunca falei mal de ninguém e vou buscar, nas formas da lei, fazer tudo para impor respeito”, finalizou o prefeito.