O adeus à professora Maria Stela Sales Izzo

Por em 27 de abril de 2013
Jornal de Itupeva

Foi com grande pesar que a cidade de Itupeva amanheceu, neste sábado, dia 27 de abril de 2013, com a triste notícia do falecimento da professora Maria Stela Sales Izzo, prestes a completar 93 anos de idade.

Como educadora, a professora Stela, como era carinhosamente chamada pelos amigos, principalmente ex-alunos, marcou história no município, ensinando gerações de itupevenses, o que a fez ser considerada um ícone da educação em Itupeva, cidade que passou a residir em 1950.

Nos últimos dias de vida apresentava aparência frágil e debilitada, cadeira de rodas e aparelho para ajudar na respiração, fatores que se apresentaram apenas como disfarces do tempo, para despistar a bagagem e sabedoria adquirida.

Um conhecimento concentrado de toda uma vida, que hoje é imortalizado como um pedaço da história da força feminina de Itupeva.

Centenas de amigos fizeram questão de compartilhar com seus familiares a dor de sua perda, já que dona Stela, por meio de sua vida, foi exemplo de alegria, esperança, carisma, fé, o que nos dá a certeza que um pouco de sua essência permanecerá, sempre, em cada um de nós.

Após enviar as condolências à família e reconhecendo a significante contribuição da professora com a história da cidade, o prefeito Ricardo Bocalon determinou que o sepultamento fosse acompanhado de momento solene, com honras fúnebres conduzidas pela Guarda Municipal, que marcaram de forma indelével, nos corações dos presentes, com emoção e saudade, os atributos cultivados e ensinados pela professora Stela.

A dor da saudade

Todas as pessoas que passam pelas nossas vidas deixam as suas marcas, num ir e vir infinito. Com dona Stela não foi diferente, pois deixou-nos um grande aprendizado. E, muito além de lecionar, ensinou-nos também a amar de várias formas: amar com amizade, com dedicação, com carinho, com atenção, com atração ou com paixão. Dona Stela partiu e só não nos ensinou a reagir diante da “saudade” e isso soubemos hoje.

Sem saber como suportar a dor da despedida, cada sorriso nosso, a cada palavra, a cada olhar ou a cada suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar nossos olhos, mesmo diante a certeza de que estás cercada de muita paz e do merecido descanso.

Inicia, agora, uma nova caminhada. E no badalo daquele sino, que tanto ouviu soar aqui na terra, vestida de branco e revestida de muita paz, lecionará o amor ao lado do eterno Professor, na sala de aula celestial, onde um dia reunirá todos os seus ex-alunos, familiares e amigos.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza: não importa onde esteja, estarás sempre conosco.

A professora Stela deixou seis netas, uma bisneta e três filhos: Eliseu Jr., Stela Maria e Eloísa Maria.

 

“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará. Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos; unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias“.