Vídeo na internet homenageia Luciano Magnus

Por em 30 de janeiro de 2014
Homenagem a Luciano Magnus.

Um vídeo postado hoje na internet, no site Youtube, presta homenagem ao cinegrafista, Luciano Magnus de Almeida Santos, 42 anos, assassinado na última segunda-feira, em Itupeva.

Magnus prestava serviços ao Exército Brasileiro e após uma discussão de trânsito foi baleado pelo motoboy, Fábio de Souza Pereira, 25 anos, morador de Itupeva, que está na cadeia.

De extremo caráter e profissionalismo elevado, Magnus sempre foi exemplo para os pares e orgulho para a família. Por infelicidade do destino, teve sua trajetória interrompida subitamente, em Itupeva, nas mãos de uma pessoa que ilegalmente portava um revólver.

Com 3 minutos e 28 segundos, o vídeo retrata um misto de passagens de Magnus em momentos de trabalho e lazer, ao lado de familiares e amigos, pessoas queridas que, além de tudo, tinham-no como um grande amigo.

A trilha musical que muito bem ilustra o vídeo é “Do This Anymore”, de Nickelback, e retrata bem o sentimento de ausência, lacuna deixada com o passamento de Magnus.

Em seu refrão: “… E eu sinto sua falta. Estive afastado por muito tempo. Eu continuo sonhando que você estará comigo. E você nunca irá embora. Paro de respirar se eu não te ver mais…” “…Apenas mais uma chance, apenas mais um suspiro…”

A Oração do ‘Pai Nosso’ também integra o vídeo, oração declamada em cena figurada por Magnus e colegas de academia, já que praticava artes marciais.

O vídeo termina com o toque do recolher, ao som do clarim que tanto o acompanhou na jornada dentro da caserna. Um mágico instrumento que, com seus toques, transmitem ordens, informações e emoções, realçando no espírito do militar, a cada dia, o amor pela instituição.

E é ao som do clarim, com a ilustração de Magnus em uma cerimônia de passagem de Comando do 12º Grupo de Artilharia de Campanha, em Jundiaí, que o vídeo se encerra.

Como homenagem a ele, profissional de extrema lealdade, que o toque plangente do “Silêncio”, pelo clarim, anuncia a partida de um guerreiro, um grande homem. Vá em paz, amigo! Que Deus o acolha!

Luiz Carlos Izzo