Itupeva tem o primeiro tropeço na competição

Por em 28 de fevereiro de 2014
Jornal de Itupeva

Dois pesos e duas medidas: 

A reedição da semifinal da última edição da Copa TV TEM, com jogo entre as equipes femininas de Itupeva e Jundiaí, que aconteceu na noite da última quinta-feira, 27, no Ginásio Doutor Romão de Souza, teve gosto de vingança para as donas da casa, que não só venceram as itupevenses como golearam, finalizando a partida pelo placar de 6 a 1, deixando bem encaminhada a vaga para a próxima fase.

A estreia da equipe feminina de Itupeva ficou longe das expectativas. Em seu terceiro duelo em menos de um ano contra as jundiaienses, as itupevenses fizeram um duelo de ‘dois pesos e duas medidas’.

Com um primeiro tempo digno do rótulo de uma das ‘favoritas’ ao título, Itupeva, bem postada em quadra, defendia-se bem sem a bola e com ela envolvia as adversárias com seu toque de bola. Foi assim quase chegou por duas vezes a abrir o placar, mas quem inaugurou o marcador foram mesmo às donas da casa, após o árbitro da partida apontar uma falta duvidosa na intermediária de Itupeva, a camisa 10 de Jundiaí, Paola, colocou a bola no fundo da rede.

Com a desvantagem no placar, Itupeva se atirou ao ataque, mas esbarrou mais uma vez em um muro chamado Maíra, a arqueira jundiaiense, que assim como aconteceu no ano passado, fechou a meta de Jundiaí e realizou três defesas dificílimas, até que a camisa 18, Taí, um dos principais nomes das itupevenses na última edição, roubou a bola no jogo das adversárias e encontrou Aline livre na área para empatar a partida.

A primeira etapa terminou ainda com ambas goleiras realizando defesas importantes para manter o placar igual.

O segundo tempo parecia a continuação do primeiro. As itupevenses continuavam a esbarrar em Maíra, que demonstrava confiança nos momentos mais difíceis de sua equipe, evitando uma possível goleada itupevense.

Quando Jundiaí passou a jogar no contra-ataque começou a se desenhar o destino da partida. Após uma falha de marcação, a bola cruzou a área de Itupeva e só parou no chute cruzado da 11, Verusca, que em um dia de Romário, acertou um bonito chute no ângulo da goleira itupevense Jaísa.

Para o comandante de Itupeva, Saulo Barduzzi, foi a partir deste momento que Jundiaí passou a frente no placar e sua equipe se perdeu no jogo:

“No começo, ambas as equipes se respeitaram muito, mas depois que os gols começaram a sair a partida ficou mais solta. Quando  sofremos o segundo gol,  acabamos desanimando da partida e Jundiaí se aproveitou disso e construiu um resultado amplo, mas que não condiz com o jogo como um todo, pois na maior parte do tempo a partida estava pau a pau.”.

Com os gols de Taís, Verusca mais duas vezes e Flávia, as jundiaienses transformaram uma difícil vitória em goleada e fecharam o placar em 6 a 1.

O resultado surpreendeu até mesmo o treinador de Jundiaí, Lucas Marqueti, que disse não esperar por um resultado tão amplo e que foi quando suas comandadas começaram a jogar no contra-ataque que o jogo foi ganho:

“Ninguém esperava um resultado como este, mas ele foi construído com a dedicação, a mesma dedicação que elas apresentam a cada treino. No começo nós tivemos a proposta de ir para cima e Itupeva jogou esperando nosso erro, a partir do momento que nós jogamos no contra-ataque e no erro adversário nós ganhamos o jogo.”.

Enquanto Jundiaí está praticamente classificada para a próxima fase, após essa vitória, para as meninas de Itupeva só restam vencer a próxima partida, no dia 6 de março, no Ginásio Nenê de Assis, o Nenezão, em Campo Limpo Paulista, diante da equipe de Itatiba, às 19h30, isso se quiserem continuar ‘vivas’ na competição. No mesmo dia, a equipe masculina itupevense estreia na Copa, no mesmo local, diante dos donos da casa, Campo Limpo Paulista, às 20h30.