Diocese de Jundiaí discute Drogas e dependência química

Por em 8 de junho de 2014
Jornal de Itupeva

No dia 26 de maio, pelo quarto ano seguido, a Pastoral Fé e Política da Diocese de Jundiaí promoveu o Encontro com os Políticos – prefeitos, vice, vereadores/as, deputados/as federal, estadual e outras lideranças políticas das 11 cidades da área da Diocese.  Este que foi o 7º encontro e que já se tornou um momento de acolhimento fraterno do bispo Dom Vicente Costa e Agentes da Pastoral Fé e Política, aos políticos e gestores públicos, dando continuidade ao tema sobre políticas públicas – no 6º encontro foi sobre a “Redução da Maioridade Penal”, neste falou do grave problema das drogas e dependência química, através da palestra: “Prevenção, educação e acompanhamento dos dependentes químicos”.

Para exposição do tema esteve presente o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo – Dr. José Renato Nalini.  Ele iniciou sua fala dizendo já estar a 41 anos na área jurídica e, disse que para enfrentar este grave problema contra as drogas, falta ação do poder público e da sociedade. Ele fez um resgate dos problemas causados pelas drogas em décadas passadas e o momento atual. Para ele a solução do problema resvala na falta de envolvimento da sociedade, do poder público e até da igreja. “Estamos numa sociedade em que a pessoa quer ser bem-sucedida, mas oferecemos uma educação para decorar coisas que nunca mais usaremos. Tudo isso precisa ser mudado para terminar com o problema da dependência e do trafico de drogas”.

Usou como exemplo, a geração de empregos. “Oferecemos para um jovem humilde um emprego como aprendiz para ganhar um salário, usar um uniforme rude e lidar com um chefe autoritário e que o trata como escravo. É esta a oportunidade de melhora de vida que acreditamos ser a solução?”. Enquanto isso, indo na contra-mão da sociedade, o tráfico de drogas oferece disponibilidade de horários, salário melhor, tratamento digno e fazem a inclusão convencendo pelo discurso.   Durante sua fala ele falou de muitos outros exemplos que seduz a pessoa para o tráfico. Após sua fala o debate foi enriquecido com as perguntas e acréscimos dos participantes. O bispo Dom Vicente Costa acredita que estes encontros servem de momento de partilha, envolvendo os gestores públicos. “É um desafio para todos, porque é um problema social, que precisa ser discutido na busca de soluções”, disse.

Para o coordenador da Pastoral Fé e Política da Diocese de Jundiaí, Claudio Nascimento, os encontros estão sendo bastante produtivos. “A cada edição do encontro, estamos vendo o crescimento e envolvimento dos gestores públicos com os temas apresentados, pois são fatos comuns a todos os municípios”, disse ele. Também foi feita a exposição pela secretária de Cultura e Turismo de Santana do Parnaíba/SP, Fátima Muro, o projeto Oficinas Escolas, denominado Preservação da Cultura da Fé, aplicado com sucesso no município e que despertou o interesse/parceria pelo município de Pirapora do Bom Jesus/SP.  No final do encontro Dom Vicente Costa agradeceu a presença de todos/as e informou que o 8º Encontro será no dia 17 de novembro, onde a cidade de Itupeva/SP  vai apresentar seu projeto sobre a Merenda Escolar, e que a equipe organizadora do evento irá escolher o tema sobre Educação, Segurança e Reforma Política, sugeridos pelos participantes.

Colaboração: Reinaldo Oliveira