Morre motorista da Leme atingido por ônibus da Mimo

Por em 21 de dezembro de 2014
Nivaldo Pires de Faria, de 36 anos, morreu na sexta-feira.

Morreu na manhã desta sexta-feira (19), no Hospital Pitangueiras, em Jundiaí, o motorista da Viação Leme, Nivaldo Pires de Faria, de 36 anos. No dia 8 deste mês, por volta de 7 horas o seu ônibus foi atingido por outro ônibus da empresa Transmimo.

Passageiros contaram que Faria, como era conhecido, foi um herói, porque teve percepção rápida para tirar o ônibus urbano para o acostamento, quando o coletivo da Transmimo invadiu a contramão de direção. Ele salvou a vida dos passageiros, com apenas 10 pessoas feridas leves. Do contrário a batida seria de frente.

Soldados do Corpo de Bombeiros de Jundiaí levaram cerca de uma hora para retirar o corpo de Faria das ferragens. Ele foi socorrido em estado grave. O motorista da Viação Leme fazia a linha do Jardim Novo Horizonte e tinha feito desvio pela Estrada Akzo Nobel, em Itupeva, porque a Prefeitura de Jundiaí havia interditado a estrada do bairro para obras.

O motorista Nivaldo Faria tinha 36 anos, era casado e deixou dois filhos.

A Viação Leme lamentou a morte de seu funcionário e vai dar toda a assistência para a família nessa hora. A empresa esclarece que foi a primeira morte de um colaborador em acidente nesses 30 anos de operações. Toda a categoria está de luto. Passageiros enviaram mensagens ao “Jornal da Região” lembrando que Faria era uma boa pessoa, que cuidava bem de todos e dirigia de forma exemplar.

O corpo de Faria foi sepultado no Cemitério do Montenegro, em Jundiaí.

Ivan Marcos Machado

Veja o vídeo do resgate das vítimas.