Vândalos depredam ônibus da saúde e museu

Por em 18 de fevereiro de 2015
Jornal de Itupeva

A Polícia Militar teve muito trabalho na madrugada do último sábado (14),  quando um grupo de aproximadamente 300 pessoas insistia em permanecer nas proximidades do Parque da Cidade, local de realização do Carnaval de Itupeva.

Promovendo barulho excessivo, as pessoas receberam ordem para deixar o local, pois o evento já havia finalizado e o silêncio deveria prevalecer.

O grupo não aceitou a determinação e alguns dos elementos passaram agredir os policiais com palavras de baixo calão. Um dos envolvidos atirou uma garrafa, que atingiu a cabeça de um dos militares, que só não se feriu porque fazia uso de capacete de segurança.

Houve corre-corre até a região do antigo Paço Municipal, onde alguns vândalos depredaram portas e janelas do Museu Municipal. Um ônibus de transporte de pacientes, da Secretaria Municipal de Saúde também virou alvo nas mãos dos baderneiros, sendo necessária a enérgica intervenção da PM, que contou com efetivo de cerca de 50 policiais.

Bombas de efeito moral foram atiradas em direção dos vândalos, que revidaram atirando pedras contra as viaturas e policiais.

Três 3 pessoas foram detidas e encaminhadas à Delegacia de Polícia de Itupeva, onde foram formalmente autuadas por vandalismo e depredação.

Em comunicado oficial, a Prefeitura de Itupeva afirma que “durante toda a festa, que terminou a 1h da madrugada, nenhuma ocorrência foi registrada. O que aconteceu após o evento, fora da arena, é de responsabilidade da Polícia Militar. O prefeitura Ricardo Bocalon pedirá ao Governador Geraldo Alckmin a abertura de uma investigação para saber se houve uso excessivo de força por parte dos policiais”.