Bocalon apresenta melhorias para o esporte

Por em 27 de fevereiro de 2015
Jornal de Itupeva

O prefeito Ricardo Bocalon se reuniu com os boleiros da cidade e apresentou na noite da última terça-feira, 24, muitas melhorias para os Campeonatos Municipais de futebol e futsal, durante a reunião, que aconteceu no HTCP, entre a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e representantes de 67 equipes.

Durante o encontro, o prefeito falou também sobre temas como a formação de atletas, melhorias de infraestrutura e a criação de uma comissão para debater a criação de uma Liga em Itupeva.

“Fizemos muito pelo esporte de Itupeva, implantamos as escolinhas nos bairros, aperfeiçoamos o treinamento dos atletas entre muitas outras ações como o esporte para pessoa com deficiência, o trabalho com a melhor idade, as atividades no parque da cidade e muito mais. Hoje, estamos aqui após 2 meses do nosso primeiro debate  com os resultados das pautas que levantamos juntos em dezembro. Gostaria de falar em especial de duas obras: a primeira é o Ginásio de Esportes que, quando nós assumimos o governo, em 2013, ele não tinha condições de uso e eu tomei a decisão de que nós não iriamos  fazer apenas uma ‘reforminha’ e sim que daríamos a Itupeva  um ginásio digno do seu tamanho, nós vamos fazer a reinauguração em maio. Depois de terminarmos essa obra, vamos para o ginásio do Campão, para também o deixarmos em perfeita condição de uso, com medidas oficiais”, destacou o prefeito durante o encontro.

“Todos nós sabemos que as mudanças são fundamentais para que nós não fiquemos parados no tempo, e também estamos vendo a preocupação que a atual administração tem com o esporte na cidade. Acredito muito nesta iniciativa do prefeito Ricardo Bocalon de dialogar de forma aberta com os dirigentes e representantes dos clubes de Itupeva.

Acredito que esta será a receita para um crescimento maior do esporte em Itupeva.”, afirmou Juarez Pereira Gomes, secretário de esportes.

Representantes aprovam

O atestado e a criação de uma Liga em Itupeva monopolizaram os debates e foram os temas mais comentados da reunião. A iniciativa é vista com bons olhos pela maior parte dos dirigentes e representantes das equipes.

Um dos personagens mais atuantes do futebol na cidade, Ailton Aderaldo, o Naná, técnico há 10 anos da equipe do CAJA (no veterano), frisou a importância da reunião, mas o destaque para ele foi o atestado:

“Sempre é bom melhorar e a reunião veio para que isso acontecesse, mas eu acredito que o ponto mais acertado aqui foi o exame médico, isso tem que ser responsabilidade nossa, o cara que joga bola tem que ser responsável pelo seu corpo, pela sua saúde. Um exemplo, eu não jogo mais (futebol) porque eu sei que eu não tenho mais condições pra isso.”.

Quem bateu na mesma tecla foi Manoel Neto, técnico há 27 anos do União 3P, sendo enfático ao afirmar que as equipes têm que ter as suas responsabilidades:

“O clube também tem que cumprir com as suas obrigações, às vezes nós deixamos muito algumas questões para o poder público, a parte da saúde do atleta é nossa obrigação.”.

Capitão de futsal da equipe de Itupeva e um dos destaques do Monte Serrat (atual bicampeão do Principal de Futsal) Everton Alves da Silva, o Preto, acredita ser saudável o debate sobre uma Liga em Itupeva:

“Foi bem produtivo, principalmente o assunto sobre uma possível Liga de Futebol e Futsal em Itupeva no futuro. Acredito que isso seja um passo à frente para nós.”.

Um dos principais nomes do futebol amador em Itupeva, Marcos Junior, o Juninho, goleiro menos vazado da última edição do Amador e do Industrial de Futebol, fala que a reunião será importante para o futuro das competições na cidade:

“Hoje, aqui na reunião, nós não apenas debatemos o esporte para este ano e sim o futuro das competições em Itupeva e o diálogo que nós tivemos com o prefeito na reunião foi saudável para trilharmos este caminho.”.

Técnico do quase imbatível ARC Bom Jardim, equipe que vem dominando o Campeonato Veterano nas ultimas edições, Antônio Donizete, o Toninho, falou da importância e da experiência de debater o assunto com o Executivo da cidade:

“O saldo desta reunião nossa foi positivo; todos, desportistas e prefeito, demonstramos as nossas ideias, ele nos escutou e mostrou o que está sendo preparado para o esporte. Isso é bom, pois nós estamos vendo a preocupação da administração conosco.”.

“Foi um avanço para os nossos campeonatos a reunião de hoje. É bom para sabermos do cuidado que o poder público está tendo com o assunto”, destacou Maycon Leandro Caetano, técnico de futsal do Moleque Travesso.

Principais mudanças para os campeonatos na cidade

As principais mudanças que ocorrerão nos campeonatos para este ano serão: a não obrigação das equipes de apresentar atestados médicos de seus atletas, o que antes era uma exigência para inscrição, durante a reunião ficou decidido em comum acordo que a saúde e a condição física dos atletas serão de responsabilidade dos times. Nos dias de partida, uma ambulância com UTI móvel vai ficar de prontidão no hospital só para atender os jogos. Cada clube nomeará 2 representantes para fazer o curso de primeiros socorros.  E a criação de Campeonatos de Futebol sub 11, 13, 15 e 17.