Prefeito une poderes para fortalecer a segurança em Itupeva

Por em 8 de maio de 2015
A reunião de segurança aconteceu no Paço Municipal

O gabinete do Prefeito Ricardo Bocalon foi sede, na tarde desta sexta-feira, dia 8 de maio, para uma importante reunião que tratou do fortalecimento da segurança no município, principalmente na área Central da cidade.

Na reunião, foram representados as polícias Civil e Militar, Guarda Civil Municipal, Fórum de Itupeva, Conselho de Segurança de Itupeva e Associação Comercial e Industrial, que pontuaram as deficiências no município e propuseram ações para fortalecer trabalhos conjuntos de fiscalização e repressão a roubos a estabelecimentos comerciais na cidade.

Uma das ações imediatas decididas será desencadeada neste sábado, dia 9, quando as forças policiais atuaram em conjunto para coibir crimes a estabelecimentos comerciais na cidade. A operação vai contar com a participação de dezenas de policiais militares, civis e guardas municipais, que devem fazer rondas ostensivas, principalmente na região Central de Itupeva.

Também estão sendo estudadas ações a médio prazo, entre elas a implantação do muro virtual, que segundo o prefeito deve “fechar” todas as fronteiras, sendo possível aumentar a sensação de segurança, não só para Itupeva, mas também para todas as cidades que fazem fronteira.

Para o prefeito Ricardo Bocalon, o município cresceu muito nos últimos anos e a estrutura de segurança continua praticamente a mesma.

“É preciso agir e para isso estamos reunidos aqui, hoje, junto aos diversos segmentos de segurança pública e representantes do comércio local, no intuito de discutir ações conjuntas para fortalecer a segurança de nossa população”, disse o prefeito, que também apontou que a cidade possui 23 entradas e saídas mapeadas, além de fazer divisa com outros 9 municípios.

“Economicamente esse fator é muito importante, mas da mesma forma isso facilita a fuga de criminosos, que vêm para a cidade no intuito de cometer ilícitos. Por isso, é de suma importância a unidade dos poderes, bem como ações e palestras no município que incentivem a participação da população que possam contribuir com a segurança na cidade.”, concluiu o prefeito.

ACE
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Itupeva, Gustavo Arruda Camargo, sugeriu a criação de um canal de comunicação direto com as forças de segurança do município. “Temos que efetivar um canal em que possamos buscar apoio em casos de emergências e, com isso, garantir maior proximidade entre polícia e população. O objetivo é garantir a integridade, tanto dos consumidores quanto dos comerciantes que utilizam o comércio da cidade.

Fórum Distrital
O diretor do Fórum Distrital de Itupeva, Fernando Marcel Martines, afirmou que a participação da população é de suma importância para se combater a criminalidade. “Temos que incentivar as pessoas a denunciarem em caso de qualquer suspeita. Estar em todos os lugares de Itupeva ao mesmo tempo é impossível, por isso, a interação da população com a polícia é um grande facilitador, além de levar às pessoas uma melhor sensação de segurança.

Polícia Civil
O delegado titular de Polícia de Itupeva, dr. Elias Ribeiro Evangelista, afirma que Itupeva é uma cidade que faz divisas cidades de áreas muito problemáticas, como é o caso do Parque São Domingos, em Campinas e o bairro do Varjão, em Jundiaí. “Essa é uma particularidade que acaba causando o aumento da criminalidade em Itupeva. Temos aqui no município o registro de ações de criminosos que moram na cidade, mas também temos diversos delitos de autoria de pessoas que migram das cidades vizinhas”, disse.

Guarda Civil Municipal
O chefe da Guarda Civil de Itupeva, dr. Vladimir Manzato, garantiu que a atual administração vem promovendo ações de integração junto às polícias e também buscando o aumento do efetivo. Manzato também apontou a importância de se buscar apoio federal para melhorar o serviço de segurança da cidade.

“A prioridade da Guarda Municipal é o bem estar da população. Algumas ações pontuais são essenciais para manutenção da ordem, mas a integração às forças policiais é muito importante. O município, hoje, possui 52 mil habitantes, como todos sabem cresceu muito. Precisamos que, da mesma forma, cresça o investimento dos governos Estadual e Federal, na área de segurança pública.”, disse Manzato.

Polícia Militar
O capitão Martinelli, do 11º Batalhão de Polícia Militar do Interior, disse que a Polícia Militar vai atuar no município de forma coercitiva e também ostensiva. Ele também frisou a importância da participação dos comerciantes, principalmente em forma de denúncia logo que seja notada algo suspeito. “Somos parceiros dos munícipes e estamos aqui para assegurar a paz social de todos. E a denúncia nos ajuda muito a atuar nas ocorrências delituosas”, disse ele.

Conseg
O presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública, Alexandre Chiavone, disse que o Conseg é a ligação entre a população e as autoridades constituídas de segurança pública. “O Conseg abriu para a população a oportunidade de contato direto com o delegado de polícia e também com o comando da polícia militar. Em nossas reuniões mensais, realizadas na sala de reuniões da Associação Comercial (ACE) sempre às 18h30 da última quinta-feira de cada mês, oferecemos para a população a oportunidade de esclarecer dúvidas e também passamos orientações e informações dos poderes.