Acusados da morte de Sérgio são presos em Itupeva

Por em 13 de maio de 2015
Jornal de Itupeva

Cinco pessoas foram presas pela polícia Civil de Itupeva, nesta quarta-feira, dia 13 de maio, acusados de homicídio.  Dos cinco indivíduos presos, quatro são apontados como autores da morte do pintor, Sergio Figueiredo, na época com 22 anos, que era foragido da justiça e foi espancado e morto com um tiro na nuca, nas proximidades da Vila Aparecida, região do Bairro do Quilombo, em Itupeva. Após ser brutalmente assassinado, o corpo da vítima foi amarrado a pedras de paralelepípedo e lançado no Rio Jundiaí, para que não viesse a boiar.

Já o quinto acusado, foi detido por estar procurado por homicídio qualificado no Estado de Pernambuco, sobre a acusação de ter matado a tiros um rapaz, identificado pelo prenome de Anderson, homicídio cometido na cidade de Cabo de Santo Agostinho, tendo o acusado se refugiado na cidade de Itupeva após o crime.

1º caso

De acordo com o delegado titular de Itupeva, Elias Ribeiro Evangelista Junior, ele e sua equipe de investigação, hoje chefiada pelo investigador Vladimir Spina, e composta pelos policiais Márcio, Odair, Maycon e Rafael, passaram a investigar o desaparecimento do pintor, Sergio Figueiredo, na noite do dia 27 de setembro do ano passado, quando familiares relataram seu desaparecimento. Sérgio havia sido visto pela última vez em um bar, localizado na Vila Aparecida.

O Corpo do pintor foi localizado pelos próprios familiares, após boiar nas proximidades da divisa de município de Itupeva e Indaiatuba, no final da tarde do dia 1º de outubro de 2014. Ele ainda continha as pedras amarradas em seu corpo, que já estava em decomposição, porém, foi reconhecido pelos familiares através de uma tatuagem, bem como de suas roupas.

Após o encontro do corpo do pintor, os policiais mudaram a linha de investigação e após alguns meses sob investigação, os policiais chegaram a alguns nomes, apontados como autores do homicídio.

Em cima das informações, foi solicitado à drª Daniela Martins Felippini, então Juíza do fórum de Itupeva, mandados de prisão contra os acusados: Edmundo J. S., 56 anos, José C. C., 36 e Victor O. L., 19 anos, todos moradores do bairro onde ocorreu o homicídio. Já o quarto elemento, acusado de participar do crime, Tarcisio O. S., de 24 anos, o “Tatá”, está preso acusado de sequestro na cidade de Indaiatuba e que agora responderá também pela acusação de participação no homicídio.

Os envolvidos foram recolhidos ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permanecerá a disposição da Justiça. A Polícia Civil de Itupeva investiga outros casos no município, e solicita a ajuda da população para que colaborem com informações que podem ser feitas de forma anônima.

Preso em Itupeva era procurado de homicídio em Pernambuco

O quinto acusado, preso sobre a acusação de homicídio, trata-se de J.W.C.P., que tinha contra si um mandado de prisão pelo crime de homicídio, cometido na cidade de Cabo Santo Agostinho, no Estado do Pernambuco.

O Homicídio aconteceu no ano de 2013, durante uma desavença ainda investigada que culminou com a morte de um indivíduo, de prenome Anderson. O acusado, após cometer o crime, refugiou-se para o município de Itupeva onde permaneceu escondido para não ser preso.

Durante a manhã desta quarta-feira (13) os policiais receberam denúncia que apontava o esconderijo do procurado que, sem ter tempo de reação, foi detido e preso. O acusado permanecerá no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, à disposição da justiça do Estado do Pernambuco.