SBRI completa 60 anos em Itupeva

Por em 18 de maio de 2015
Jornal de Itupeva

O último dia 10 de maio foi muito especial para a Sociedade Beneficente Recreativa Itupeva, a SBRI.

Nesta data, a mais consolidada Sociedade de Itupeva completou 60 anos de fundação. A ideia de fundar um clube recreativo em Itupeva partiu de um bate papo entre amigos, que acontecia praticamente todas as noites no então bar de Otávio Possani. Inicialmente, o que se planejava era a recuperação do futebol de Itupeva, que desde 1950 não se fazia presente na cidade, uma vez que o tradicional campo havia sido desativado.

O assunto gerou corpo, movimentado pela população, principalmente os jovens, que eram os mais interessados. Para a sede, foi acertado o prédio do antigo cinema que funcionava na Praça São Paulo, e, após entendimentos com a família Izzo, deixaram acertado o local.

Naquela época não havia nenhuma opção de lazer nestas terras, então, distante bairro de Jundiaí.

Os bailes no novo clube fizeram muito sucesso. Um calendário com as atividades eram editado sempre no início de cada ano. Os bailes de ‘reveillon’, de primavera e do aniversário do clube foram marcas registradas da então recém-criada, Sociedade Recreativa Itupeva (SRI), tradição que perdurou até há poucos anos, principalmente a festa de fim de ano, que era uma verdadeira confraternização da família itupevense.

Em fevereiro de 1957, a sede da Sociedade foi transferida para o prédio que ocupa até os dias de hoje, na rua Antonio Poli.

Também por essa ocasião, a comunidade foi convidada a colaborar. Às vésperas do carnaval e, para preparar o salão, onde anteriormente funcionava como uma tulha de café, sendo necessário muita limpeza e organização, pois o local também era usado como abrigo do gado, que vagueava pela Fazenda São João da Via Sacra, de propriedade da Família Benedictis, que posteriormente viria a ser chamado loteamento Jardim São Vicente, primeiro loteamento urbanizado de Itupeva.

Esse prédio foi doado por Vicente Lopes da Costa, proprietário do empreendimento imobiliário. Posteriormente, os terrenos que circundavam a sede, onde ficam as piscinas e o ginásio de esportes, foram comprados para ampliar o clube.

Em 1962, a dívida da sociedade com a imobiliária ainda não estava quitada, por falta de recursos financeiros, o que resultou na mudança de nome da sociedade. O então deputado, Osmair Zomignani, ex-prefeito de Jundiaí, propôs ajudar a Sociedade. Para isso, conseguiu uma verba para o clube, junto à Secretaria de Esportes e Turismo do Estado de São Paulo.

Essa verba teria que ter uma finalidade social, o que foi conseguido com a alteração do nome, que passou a ser Sociedade Beneficente e Recreativa de Itupeva.

Em 1976, foram construídas as piscinas e outros melhoramentos foram agregados. Os principais fundadores foram: Hermenegildo Baston, Alcides Montuanelli, Dorival Raymundo, Ismail Abdo e Ary Pereira Lobo.

Com o sucesso do clube e a chegada de novos sócios, a maioria dos financiadores do projeto recebeu seu dinheiro de volta e, desta forma, formou-se uma sociedade notória e que hoje é motivo de orgulho para toda a cidade. Parabéns, SBRI.