O adeus a Carlos Pereira: o meu amigo!

Por em 20 de abril de 2016
Jornal de Itupeva

Na última terça-feira, dia 19 de abril, Itupeva amanheceu triste e mais pobre em termos de humanismo. Partiu, nesta data, nosso grande amigo, Carlos dos Santos Pereira, cidadão de um coração gigante, que sempre demonstrou preocupação com o bem-estar da comunidade, principalmente do bairro do Guacuri, onde por anos domiciliou em companhia de sua amada esposa, Marisa Pereira.

Há pouco tempo havia se mudado para o Parque dos Resedás, no Cafezal, e raridade era não ser visto pelo Centro da cidade, figura também sempre presente nas comemorações cívicas, reuniões comunitárias, inaugurações e festividades do município, encontros que faziam parte de seu dia a dia. Eu sentia orgulho em vê-lo dedicar-se por inteiro às questões da comunidade e às discussões de seus problemas.

Carlos Pereira não media esforços para realizar seu maior desafio pessoal: tornar a cidade melhor. Influente em suas amizades, principalmente no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo, durante anos empenhou-se para fazer com que o município, que tão bem o acolheu como filho, iniciasse um ciclo de desenvolvimento que o destaca hoje como cidade que cresce economicamente e socialmente muito acima dos índices nacionais.
Esse adeus me pegou de surpresa. Pegou a cidade de surpresa e nos deixou consternados, pois tal partida não estava no combinado, pelo menos de forma tão repentina e prematura. Ético, amigo incondicional, marido exemplar e responsável chefe de família.

Certamente, essa foi uma despedida difícil. Está sendo difícil, irreparável, não tão somente para a sua enlutada e digna família, mas também para mim e para uma legião de amigos que possuía.
Perde o nosso município um grande e apaixonado filho, que nos bastidores sempre trabalhou de forma entusiasmada. Eu como grande amigo há anos, estou extremamente consternado. Obrigado, gigante Carlos Pereira. Receba aquele forte e sincero abraço, nosso cumprimento de sempre.

Com tristeza e completamente desconcertado, deixo registrado os meus sentimentos aos seus familiares neste momento de dor e peço que Deus dê forças a todos vocês, para que superem esta grande e irreparável perda.

Carlos Pereira não estará mais presente fisicamente. Mas estaremos sempre celebrando um legado de muita paz, deixado por ele traçado em Itupeva. Vá com Deus, meu amigo!