Ônibus escolar bate em poste e fere 7 crianças

Por em 20 de abril de 2016
Jornal de Itupeva

Um micro-ônibus escolar da Viação Itupeva bateu em um poste de energia elétrica e, deixou cerca de sete crianças feridas. O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira, dia 20. O motorista do veículo escolar chegou a ficar preso às ferragens e foi socorrido pela UR – Unidade de Resgate – do Corpo de Bombeiros, bem como pelo socorrista Vermelho, do setor Municipal de Ambulâncias de Itupeva.

De acordo com as primeiras informações, o veículo escolar era conduzido por L.C.S., considerado pelos funcionários da empresa um excelente motorista. Ele trafegava pela estrada da fazenda Santa Terezinha (estrada rural que liga os bairros Monte Serrat e Rio da Prata) quando a menos de 300 para chegar à escola da Fazenda Calixto, por motivos ainda a serem apurados, bateu contra o poste de iluminação pública.

Com a força do impacto, o motorista ficou com as pernas presas às ferragens, sendo retirado pelo Corpo de Bombeiro de Itupeva, com ajuda de equipamentos especiais.

Cerca de sete crianças e a monitora que estavam no coletivo sofreram ferimentos aparentemente leves e foram socorridos ao Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, em Itupeva, onde recebem atendimento médico.

As causas do acidente ainda não foram apuradas, porém, segundo informações dos resgatistas, todas as crianças que estavam dentro do coletivo faziam o devido uso do cinto de segurança.

Acredita-se que o veículo possa ter apresentado alguma falha mecânica, uma vez que o cabo Barbosa e o soldado Belasco, da Polícia Militar, não identificaram sinais de frenagem na estrada e o veículo atingiu o poste na contramão de direção. O tacógrafo, equipamento que registra a velocidade do veículo no momento da batida, foi apresentado à Delegacia de Polícia de Itupeva, onde a ocorrência está sendo registrada.

A equipe de reportagem do Jornal de Itupeva não conseguiu falar com o motorista do veículo escolar, uma vez que ele estava sob atendimento médico. A via Itupeva lamenta o ocorrido e está dando toda atenção necessária às vítimas do coletivo.