Vovô de 80 anos é preso acusado de abuso sexual

Por em 29 de junho de 2016
Vovô de 80 anos é preso acusado de abuso sexual

O setor de investigação da Polícia Civil de Itupeva prendeu, na manhã de hoje, quarta-feira (29), um homem de 80 anos de idade, acusado de cometer abuso sexual contra uma criança de apenas 10 anos.

Os investigadores Ricardo e Luiz, chefiados pelo investigador chefe, Wagner Agnolon, e pelo delegado Adalberto Ceolin, informaram ao jornal de Itupeva que a Justiça concedeu mandado de prisão temporária em desfavor ao idoso E.N.S, que está sob processo investigativo. Ele é acusado de ter abusado sexualmente de uma estudante, de apenas dez anos de idade.

Segundo os investigadores, o acusado era amigo da família da vítima há mais de dez anos e devido esse tempo, bem como a sua idade, tinha certo respeito e confiança por parte da família. Por inúmeras vezes, o acusado frequentava a casa da família, principalmente do almoço aos domingos, fato que jamais levaria a família a desconfiar da atitude do idoso.

A acusação

De acordo com boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Polícia de Itupeva, os pais da estudante só ficaram sabendo do ocorrido pela professora da escola onde a criança estuda, que tomou ciência do caso após a criança ter contato o que havia acontecido com uma amiguinha de classe, que por sua vez contou para a professora. A educadora acionou os pais da criança e relatou o ocorrido.

Ainda segundo o B.O, os abusos aconteceram nesses encontros de almoço aos domingos, quando o acusado se aproveitava do momento em que o pai da criança descansava, para entrar no quarto e praticar os abusos.

A criança disse que o idoso tentou tirar suas roupas e uma vez ela tinha desferido um chute nele, dizendo que chamaria seu pai, mas o acusado dizia que ele estava dormindo e que ficaria bravo caso fosse incomodado.

Os pais da criança afirmaram que jamais presenciaram ou sequer suspeitaram de tal atitude, até mesmo devido à idade do acusado, que é casado.

A criança também disse que há cerca de um mês, quando permaneceu algumas horas na casa do idoso, até que sua mãe realizasse compras em uma cidade vizinha, o vovô safado teria se aproveitado quando ela brincava atrás da residência e teria arrancado a sua roupa.

“Ele tirou minha roupa, me encostou na parede, passou a mão no meu corpo e tentou fazer alguma coisa comigo”, disse.

Devido o relato da filha bem como do relatório emitido pela escola, os pais procuraram a delegacia de polícia e registraram a ocorrência.

Ao tomar ciência da situação, o Delegado Alberto Ceolin determinou que sua equipe passasse a investigar o caso e com o andamento das investigações solicitou, ao Fórum de Itupeva, um pedido de prisão temporária no intuito de esclarecer e concluir o caso.

A Juíza da cidade, Dra. Renata Aparecida de Oliveira Milani, após analisar os fatos acatou o pedido e expediu o mandado de prisão por trinta dias contra o idoso, que foi recolhido na manhã desta quarta-feira (29) ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O caso ainda continua sob investigação e se confirmado, o idoso poderá ser condenado e permanecer em regime fechado conforme decisão Judicial.  A pena para o crime de estupro de vulnerável varia de 8 a 15 anos de prisão.