Em meio a crise, vereadores dobram os próprios salários

Por em 15 de dezembro de 2016
Jornal de Itupeva

O reajuste salarial ocorre no momento em que a Prefeitura de Itupeva vive uma das maiores crises de sua história.  O aumento chega a 100% e o subsídio passa de R$ 4.200 para quase R$ 9 mil. 

A Câmara Municipal de Itupeva aprovou o projeto de Lei que dobra o salário dos próprios vereadores. O projeto entra em vigor no próximo mês, quando o salário dos legisladores passa de R$ 4.200,00 para quase R$ 9 mil.

Segundo o projeto de Resolução nº 165, de Autoria da Mesa da Câmara, na então presidência do vereador Edicarlos Candiani Luna, o salário na legislatura de 2017 a 2020 passará a corresponder a 40% dos subsídios dos Deputados Estaduais.

O aumento dos vereadores vai na contramão do aperto financeiro enfrentado por Itupeva.

Na época presidente da Câmara, o vereador Edicarlos disse que o aumento é uma “correção salarial” e que a votação do subsídio obedece a critérios legais.

O aumento causou revolta nas redes sociais.

Janaína Moretto postou: “A pergunta é: e você, trabalhador, recebeu? Vai receber?

Em outro comentário a indignação é maior: “Como assim? Aumentaram o próprio salário em 100%? Eu nem recebi meu 13º salário ainda e eles dobram o próprio salário com a crise que estamos vivendo, como se fosse a coisa mais normal do mundo?”.

Na página dos servidores Públicos de Itupeva, Danny L. Costa também mostra revolta.

“Ei você eleitor da cidade de Itupeva, você aprovaria um aumento de salário para os vereadores?? A Câmara de Itupeva aprovou hahha e entra em vigor em Janeiro de 2017”, desabafa Danny.