Veja se o seu vereador sumiu da última Sessão

Por em 16 de dezembro de 2016
Jornal de Itupeva

Diante a grande repercussão na reportagem sobre o ‘sumiço coletivo’ dos vereadores, que culminou com o cancelamento da Sessão Legislativa da última terça-feira, dia 13 de dezembro, o Jornal de Itupeva atende ao pedido dos leitores divulga o quórum da data.

Com a presença de apenas quatro vereadores, a Sessão teve que ser cancelada e a população presente ficou sem o importante auxílio que a Câmara poderia prestar, com explicações sobre a transparência e fiscalização dos repasses referentes ao FUNDEB – O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

Todos os vereadores sabiam da importância da sessão, principalmente porque haviam recebido antecipadamente o pedido de explicação de funcionários mediante ofício protocolado na Casa de Leis. Alguns dos presentes questionaram os motivos que fizeram com que nove vereadores não aparecessem na Sessão. Logo que chegaram ao plenário, apenas quatro dos treze vereadores estavam presentes, sendo eles: Ezequiel, Angelin, Osvando e o presidente da Casa, Salvador Philomeno.

Durante a conferência dos presentes, o secretário fez a chamada por ordem alfabética:

Angelo Botan (ausente);
• Angelin Lorenção (presente);
• Ciro Negreti (ausente);
• Cleber Silva (ausente);
• Edicarlos (ausente);
• Eri Campos(ausente);
• Ezequiel A. Oliveira (presente);
• Márcio Gallo (ausente);
• Osvando Ferreira dos Santos (presente);
• Paulo Batista Nantes (ausente);
• Salvador Philomeno (presente);
• Tatiana Salles (ausente);
• Valdemir Grandão (ausente).

Uma leitora postou uma mensagem no Facebook com a seguinte pergunta: “Você, eleitor, que votou em um destes vereadores que faltaram, pergunte a ele onde estava na noite de terça-feira e porque não pode estar presente à Sessão Legislativa que tanto ajudaria a população”.

“É claro que o aumento do salário de vocês já foi aprovado e muito provável que neste dia nenhum de vocês faltaram à Sessão. Quem tiver contato com esses vereadores “fujões”, por favor, marque-os para que eles possam se explicar! Texto que exprime a decepção de quem há mais ou menos dois meses estava depositando sua confiança em votos”, desabafou uma funcionária pública.

“Exigimos saber onde estavam os vereadores ausentes, que há poucos meses rodavam a cidade toda implorando por votos. Estes não deveriam representar o povo?”.