Deu cavalo de pau e atropelou duas pessoas

Por em 26 de janeiro de 2017
O ônix foi apreendido pela Polícia

As vítimas estavam na calçada quando foram atingidas pelo carro descontrolado. Entre as vítimas atropeladas está uma gestante de 17 anos de idade.  

Um acidente grave aconteceu na noite desta quinta-feira, dia 26 de janeiro, na rua José Philomeno, no Jardim Alegria, em Itupeva.

Vanderson Michael Simão, 30 anos, morador da cidade de Diadema, fazia manobras perigosas com um veículo Ônix, pelas ruas do Jardim Alegria, quando após um ‘cavalo de pau’ perdeu o controle do carro e subiu na calçada, onde estavam várias pessoas, sendo que duas delas, uma grávida de 17 anos e um rapaz de 31 anos foram atingidos.

O serviço municipal de ambulâncias e a Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros de Itupeva foram acionados e socorreram as vítimas para o hospital Municipal de Itupeva. Com 9 meses de gestação, o estado da garota atropelada inspira cuidados, motivo que permanecerá em observação. A segunda vítima sofreu fratura exposta no tornozelo e teve que ser transferida para Jundiaí, onde seria submetido a intervenção cirúrgica.

Ao perceber a aproximação de uma viatura da Guarda Municipal de Itupeva, Vanderson, o causador do acidente, empreendeu fuga, mas foi perseguido e abordado nas proximidades da Praça do Milênio. Segundo informações dos Guardas Municipais, Vanderson apresentava sinais de embriagues.

Levado para a Delegacia de Polícia de Itupeva, o Delegado Titular de Polícia de Itupeva, dr. Adalberto Ceolim, lavrou Boletim de Ocorrência e após ouvir o acusado determinou sua prisão em flagrante, sem direito a fiança.  Segundo o delegado, não foi arbitrada fiança devido a somatória do valor das penas aplicadas ao condutor ultrapassarem o limite da fiança.  Vanderson vai responder por direção perigosa, lesão corporal, omissão de socorro e fuga do local do acidente.

Participaram da ação os Guardas Civis Municipais, Guimarães e De Lima, com apoio dos GCMs Junior, Nivaldo Lambert, ambos comandados pelo do subinspetor Cerqueira.