GCM mata acusado de furto em Itupeva

Por em 12 de novembro de 2018
Jornal de Itupeva

Um guarda civil de Itupeva, que estava de folga, mas fazendo a vigilância de um canteiro de obras, reagiu a um assalto e matou um dos acusados do crime.  A ocorrência aconteceu na última semana e vem sendo investigada pela Polícia Civil de Itupeva.

No momento da ocorrência o guarda trabalhava para uma empresa, que mantém canteiro de obras na cidade. Este local vinha sendo vítima de furtos durante a madrugada, quando diversos materiais de construção estavam sendo levados por ladrões, motivo que levou a empresa a fazer a contratação de vigilância e segurança patrimonial.

Segundo informações obtidas com a polícia, o guarda estava no interior de seu veículo quando foi abordado por um marginal, que armado de um revólver ameaçou o GCM de morte, dizendo “Perdeu, perdeu. Nem tenta”.

Em uma rápida reação e buscando proteger sua vida, o guarda sacou de sua arma, momento em que o criminoso efetuou um disparo contra o segurança, sem acertá-lo. Ao revidar, o guarda alvejou o indivíduo que correu para o carro, sendo socorrido por outros dois elementos. Em disparada, o carro fugiu do local com o trio de bandidos sem deixar pistas.

Poucos minutos após o ocorrido, o COPOM da Guarda Municipal recebeu a informação que um homem, ferido a bala, havia sido deixado por dois elementos, na portaria do Hospital Municipal ‘Nossa Senhora Aparecida’. Os GCMs foram até o local e já encontraram com o indivíduo morto. Ele foi identificado como Roberto Vasconcelos Junior, de 37 anos, morador do Jabaquara, em São Paulo.

O corpo de Roberto foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí e liberado para sepultamento na Capital do Estado. O caso vem sendo investigado pela equipe do delegado titular de Itupeva, dr. Adalberto Ceolin, da Polícia Civil.