VRB promove o 2ª Desafio Pantanal de Sobrevivência

Por em 9 de julho de 2020
VRB promove o 2ª Desafio Pantanal de Sobrevivência

Após a grande repercussão do primeiro desafio de sobrevivência realizado por uma empresa brasileira no Pantanal Matogrossense, a Via Radical Brasil Cursos e Esportes Radicais (VRB), vai promover em 2021 um novo Desafio de Sobrevivência, nesta que é a maior planície de inundação contínua do mundo.

Previsto para acontecer entre os dias 4 e 7 de setembro de 2021, dessa vez o local escolhido foi região de Aquidauana, uma microrregião do baixo pantanal.

Assim como aconteceu na 1ª edição, acompanhados de especialistas em sobrevivência, 30 participantes serão infiltrados por 4 dias na maior planície alagada do mundo, em meio a animais ferozes e peçonhentos.

Esta edição conta com duas modalidades distintas de sobrevivência:

Acampamento selvagem: cada participante poderá levar até 10 itens de sobrevivência, integrando um grupo de até 5 pessoas; e

Desafio selvagem: o integrante só poderá levar a roupa do corpo mais 1 item de sobrevivência, atuando em dupla.

Segundo o coronel Marcelo Montibeller Borges, especialista em esportes radicais, diretor e instrutor chefe da VRB, o Desafio Pantanal é um teste difícil e que expõe os participantes a perigos reais.

“Os Desafios promovidos pela Via Radical Brasil colocam à prova os conhecimentos em sobrevivência dos participantes, testando seus conhecimentos e técnicas de vida na mata e bushcraft. O Desafio Pantanal expõe o desafiante a perigos reais, principalmente por conta da presença de animais. Apesar dos grupos permanecerem infiltrados na mata por 4 dias, todas as atividades são monitoradas 24 horas presencialmente e via satélite, sendo também acompanhadas de perto por instrutores experientes e capacitados para atividades de sobrevivência na selva, sempre sob a minha coordenação”, disse.

Além da atenção dos instrutores, as áreas de atuação e permanência dos grupos são delimitadas e monitoradas por câmeras e drones, com acompanhamento total das ações, possibilitando à direção da VRB o controle total das atividades e uma melhor avaliação dos participantes. Para o Desafio, todos os participantes são devidamente assegurados por convênio médico e passam por avaliação de saúde antes, durante e após o evento.

Desenvolvimento de atividades

Além da preocupação com a obtenção de água e alimento, o sobrevivente deverá ter todo cuidado quanto à presença e ataque de animais ferozes, para tanto, deverá construir e proteger seu abrigo com um ‘boma’ (espécie de cerca construída com espinhos e vegetação local). O Pantanal tem uma fauna riquíssima em aves, mamíferos, peixes e insetos.

“Algumas espécies de animais ferozes são a grande preocupação para nós, quanto organizadores do Desafio Pantanal, principalmente os jacarés, que estão presentes em grande número e em praticamente todos os lugares, e a onça, que caçam jacarés para sua alimentação. Portanto, os desafiados estarão cercados de perigos 24 horas por dia”, comenta.

“Logisticamente, a montagem de um evento deste porte envolve um planejamento demorado e minucioso, praticamente 12 meses antes, com reconhecimentos presenciais anteriores, digno de uma verdadeira guerra. A segurança sempre foi a tônica número um de todos os nossos eventos.

Segurança aos participantes

Segundo o coronel Montibeller, por trás de um desafio desta magnitude existe uma grande estrutura e logística, principalmente quanto à segurança de todos os envolvidos. Todos os instrutores possuem grande conhecimento em diversas áreas do conhecimento, tais como biólogos, bombeiros, atletas, além de que todos, sem exceção, são capacitados em atendimento pré-hospitalar e 1º socorros.

“Este já é o 4º desafio de sobrevivência. Já temos uma bagagem operacional neste segmento, inclusive formando mais 400 alunos anualmente. Assim, promovemos reuniões e planejamentos detalhados com seus especialistas, mapeando a área de estacionamento, módulo de comando e controle, rotas de evacuação médica, pontos de controle e estudando, antecipadamente, tudo que possa vir a acontecer durante o evento. Como já realizamos a 1ª edição do Desafio Pantanal e também já reconhecemos a área para o 2ª Desafio, em Aquidauana, estaremos preparados para toda e qualquer eventualidade, contando com apoio de profissionais daquela região. O que todos podem ter certeza é que a segurança será sempre a prioridade da Via Radical Brasil. Contextualizar um desafio desta magnitude requer muito estudo e experiência local. Com as áreas de atuação e permanência dos grupos delimitadas e monitoradas, a VRB terá o acompanhamento das ações, possibilitando o controle total das atividades e uma melhor avaliação dos participantes”, concluiu Montibeller.

O Desafio

Os participantes serão obrigatoriamente subdivididos em equipes e passarão por inspeção pessoal e avaliação de equipamentos, de acordo com o nível escolhido. O evento vai iniciar no dia 4 de setembro, quando todos os participantes seguirão para suas bases, às margens do Rio Aquidauana e seus afluentes.

Como o desafio acontecerá em área remota e na presença de animais perigosos, todos precisarão colocar seus conhecimentos à prova, escolher a área e construir seus abrigos, encontrar e tratar água, buscar alimentos, conseguir fogo e driblar as intempéries, resistindo, principalmente, ao calor extremo sempre evidente na região pantaneira e também à chuva e, consequentemente, ao frio das madrugadas. O Desafio Pantanal VRB terminará no feriado de 7 de setembro, com brevetação e certificação dos participantes que conseguirem finalizar a 2ª edição deste difícil desafio. participantes serão obrigatoriamente subdivididos em equipes e passarão por inspeção pessoal e avaliação de equipamentos, de acordo com o nível escolhido. O evento vai iniciar no dia 4 de setembro, quando todos os participantes seguirão para suas bases, em Aquidauana.

Como o desafio acontecerá em área remota e na presença de animais perigosos, todos precisarão colocar seus conhecimentos à prova, escolher a área e construir seus abrigos, encontrar e tratar água, buscar alimentos, conseguir fogo e driblar as intempéries, resistindo, principalmente, ao calor extremo sempre evidente na região pantaneira e também à chuva e, consequentemente, ao frio das madrugadas. O Desafio Pantanal VRB terminará no feriado de 7 de setembro, com brevetação e certificação dos participantes que conseguirem finalizar a 2ª edição deste difícil desafio.

Conheça a VRB

A Via Radical Brasil Cursos e Esportes Radicais – VRB – é uma empresa especializada em esportes radicais e consultoria técnica, com coordenação no Brasil pelo coronel Marcelo Montibeller Borges, especialista em cursos de sobrevivência, com treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial.

A VRB também é Delegação Oficial da IASA (International Adventure & Survival Association) e filiada à CONFESUR – Confederação Sulamericana de Sobrevivência e Preparação – que conta com a representação de mais de 15 países.  Está localizada na capital SP desde 2005, atuando de forma estruturada na educação ambiental, na condução dos esportes de aventura e no atendimento corporativo. Ainda, somos uma escola reconhecida internacionalmente pela SIWA (survival instructors world association – Espanha).

Possui uma equipe de instrutores – militares e civis – atentos à evolução dos esportes radicais e de aventura. Seus conhecimentos permeiam as áreas de montanha, selva, matas, ambientes aquáticos, de fácil ou difícil acesso.  Destaca-se nas áreas de resgate em ambientes hostis (mata e altitude), rapel (cursos e descidas), atendimento pré-hospitalar, sobrevivência (adaptação à vida na mata) e navegação terrestre (bússolas, GPS e coordenadas).  A VRB possui bases de campo e instrução na cidade de Ibiúna/SP, em Mogi das Cruzes, Serra da Cantareira, Juquitiba, Canelinha SC, Resende RJ, Poconé MT, com a realização de Desafios nos mais distintos biomas brasileiros.

Site: www.viaradicalbrasil.com
Telefone: (11) 98488-4702
E-mail: viaradicalbrasil@gmail.com e audaz_z@hotmail.com